17/11/2017 às 11h05

Para celebrar o Dia da Consciência Negra, palestras e semana de cinema africano serão oferecidas nesta semana

imageO documentário "Eu Não Seu Negro" abre programação da I Semana de Cinema Africano de Palmas, no Cine Cultura, na segunda-feira, 20, às 19 horas

O documentário "Eu Não Seu Negro" abre programação da I Semana de Cinema Africano de Palmas, no Cine Cultura, na segunda-feira, 20, às 19 horas

Fotógrafo: Arte divulgação

Fechar

Juliana Matos

Em comemoração ao Dia da Consciência Negra, celebrado nesta segunda-feira, 20, a Superintendência de Igualdade Racial e a Fundação Cultural de Palmas (FCP) oferecem programação dedicada à discussão da temática valorização racial e origens afrodescendentes. A programação contempla palestras e exibição gratuita de filmes na I Semana de Cinema Africano de Palmas, incluindo, inclusive, a obra do tocantinense Helen Lopes.

 

A ideia da criação de uma semana de cinema com este tema partiu da antropóloga, Deyze dos Anjos, que estuda o assunto há 10 anos. Atualmente, ela atua como instrutora de igualdade racional do Projeto Coquelino, que executa em Palmas, graças a convênio com o Ministério da Justiça, oficinas e atividades voltadas para a formação de agentes multiplicadores do empoderamento negro e da valorização da cultura afrodescendente.

 

Ela explica que a proposta é valorizar o continente africano como berço de cultura e história. “Precisamos desconstruir qualquer imagem negativa de África para construir uma imagem positiva de um continente de muita riqueza, história e de realeza. A ideia de trabalhar a semana do cinema africano é reconstruir uma imagem positiva do continente africano e relacionar isso com o Brasil e com o Tocantins”, disse Deyse.

 

Abrindo a programação da I Semana de Cinema Africano de Palmas, no Cine Cultura, no Espaço Cultural, nesta segunda-feira, 20, às 19 horas, haverá exibição do documentário "Eu Não Seu Negro". Na terça-feira, 21, às 14 horas, o destaque será o documentário "Mulheres Africanas - A Rede Invisível". Na quarta-feira, 22, às 14 horas, será exibido o drama "A Pequena Vendedora de Sol" e na quinta-feira, 23, o documentário tocantinense "A Umbanda é Luz", às 19 horas.

 

O presidente da Fundação Cultural de Palmas, Hector Franco, lembra que é preciso sempre valorizar o conceito de brasilidade que retrata a união entre diferentes culturas e origens.  “Tudo o que podemos fazer como sociedade para resgatar o valor de todas as etnias que compõem o mosaico que é o brasileiro a gente deve realizar, porque é muito importante que conheçamos todas as manifestações de arte e cultura e essa exposição de filmes com matriz africana nos permite conhecer, apreciar e respeitar uma cultura muito rica e importante para os brasileiros”, frisa Franco.

 

Palestras

 

A programação contará também com diversas palestras sobre Consciência Negra nesta semana. Nesta segunda-feira, 20, às 9 horas, acontece palestra Escola Estadual Maria dos Reis no Jardim Taquari. Na terça-feira, 21, a palestra será levada para alunos de Colégio Estadual Meira Matos, às 9 horas, em Aparecida do Rio Negro. No mesmo dia, a palestra educativa acontecerá, às 15 horas, no Colégio Estadual Dom Pedro I, em Novo Acordo, e, de volta a Palmas, no Colégio Estadual Tiradentes, na Arse 82, às 19 horas. A palestra será ministrada ainda na quinta-feira, 23, no câmpus de Paraíso do Tocantins do Instituto Federal do Tocantins (IFTO).

 

O superintendente de Igualdade Racial, Nélio Lopes, ressalta que a proposta de toda a programação é relembrar e valorizar as origens da população brasileira. “A sociedade mesmo sendo predominantemente de origem negra não conhece sua origem e, consequentemente sua cultura. Não conhecendo ela não se aceita como negra. Por isso a proposta aqui é oferecer ferramentas de difusão da cultura afro para nossa sociedade”, enfatiza Lopes.

 

Para realização da programação pela Prefeitura Municipal, através da Superintendência de Igualdade Racial e da Fundação Cultural de Palmas, foi celebrada parceria com da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários (Proex) da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Embaixada da França no Brasil e Comunidade Africana de Palmas, Instituto Français e produção do Spatium.

 

Confira programação da I Semana de Cinema Africano de Palmas:

 

Data: 20/11/2017

19h - Eu Não Seu Negro, Raoul Peck - Documentário| EUA, Suíça, França, Bélgica|2017| 96’ - Classificação: 12 anos

 

Data: 21/11/2017

14h - Mulheres Africanas - a rede invisível, Carlos Nascimbeni  - Documentário| Brasil| 2013| 100’ - Classificação: 12 anos

 

Data: 22/11/2017

14h - A Pequena Vendedora de Sol, Djibril Diop Mambéty - Drama| Senegal| 1998| 44’ - Classificação: 10 anos

 

Data: 23/11/2017

19h - A Umbanda é Luz, Helen Lopes - Documentário| Brasil/Tocantins| 2016| 24’ - Classificação: 12 anos 

Portal do Contribuinte

Aqui você encontra os serviços on-line disponibilizados pela prefeitura.

Nota Quente

Programa de incentivo à emissão de notas fiscais gerando crédito para concorrer a prêmios.

Utilidade pública

Este espaço facilita o acesso do cidadão aos serviços prestados pelo município.

Servidor

Canal destinado à assuntos dedicados ao servidor público municipal.

Concursos

Canal destinado à concursos realizados pela Prefeitura de Palmas.

Turista

Conheça Palmas. Seus pontos turísticos, sua diversidade e eventos você encontra aqui.

PROJETOS E AÇÕES

+ PROJETOS E AÇÕES