18/08/2017 às 14h57

Força- tarefa orienta comunidades rurais da região Sul da Capital no combate às queimadas

imageAs equipes da Guarda Ambiental e da Defesa Civil integraram a força-tarefa que saiu a campo na região de chácaras no entorno de  Taquari e Taquaralto, com o objetivo de conscientizar os proprietários de terra sobre

As equipes da Guarda Ambiental e da Defesa Civil integraram a força-tarefa que saiu a campo na região de chácaras no entorno de Taquari e Taquaralto, com o objetivo de conscientizar os proprietários de terra sobre

Fotógrafo: Aline Batista

Fechar
imageChacareiros receberam orientações na manhã desta sexta-feira, 18

Chacareiros receberam orientações na manhã desta sexta-feira, 18

Fotógrafo: Aline Batista

Fechar

Márcio Greick

A dona Leidiane Lima da Silva ateava fogo em uma pequena área de sua propriedade rural na região Sul de Palmas, quando recebeu a visita surpresa dos  agentes da Defesa Civil Municipal e da Guarda Metropolitana Ambiental  de Palmas.  “A gente queima aqui só para fazer o plantio mesmo”, explicava ela aos agentes públicos. 

 

A proprietária recebeu orientações dos agentes públicos, de como fazer uma queimada controlada e quais as sanções para quem pratica queimada sem a autorização dos órgãos de fiscalização. 

 

Ações de prevenção e fiscalização como esta fazem parte da força-tarefa que foi lançada na manhã desta sexta-feira, 18, pelo superintendente  da Defesa Civil Estadual, Tenente Coronel Ornelas, no pátio da sede do Corpo de Bombeiros Militar. A Força- Tarefa, conta com a parceria de diversos órgãos de fiscalização ambiental, dentre eles, Defesa Civil Municipal e Guarda Metropolitana Ambiental.   

 

 

Na força-tarefa 13 equipes foram divididas em 12 rotas. Elas saíram a campo na região de chácaras no entorno de  Taquari e Taquaralto, com o objetivo de conscientizar os proprietários de terra sobre os problemas causados pelas queimadas descontroladas, e quais as implicações legais para quem comete esse crime.

 

 

Durante toda manhã desta sexta-feira, 18, equipes visitaram propriedades rurais distribuindo panfletos com orientações sobre como  fazer uma queimada controlada, e os riscos para quem faz o manejo inadequado  do fogo como  forma de preparar a terra para o plantio.

 

 

O produtor rural Raimundo Ferreira, morador de  uma chácara em Taquari, tem sofrido com as queimadas próximas a sua propriedade, onde vende frutas em um quiosque de palha, que diariamente é resfriado, para evitar incêndio provocado pelas  faíscas trazidas  pelo vento. “O fogo  que vem de outras propriedades,  já matou meus pés de buritis, e já atingiu minha reserva de palha de arroz”, disse o produtor rural.

 

 

Já o fazendeiro Valter Filho, não teve a mesma sorte, e teve parte de uma área de  400 hectares  consumida pelo fogo. “O fogo começou ontem pela manhã e consumiu grande parte das minhas terras”, lamentou.

 

 

Flagra

 

 

Durante as visitas, a Defesa Civil Municipal flagrou  em uma empresa de fabricação de gelo, às margens da T0-050, um funcionário ateando  fogo durante a limpeza do pátio da empresa. O funcionário foi convidado pelos agentes para debelar o fogo, e recebeu todas as orientações necessárias para evitar o uso do  fogo durante a limpeza de lotes urbanos. 

 

 

Próximas ações

 

 

De acordo com o superintendente da Defesa Civil Municipal, Iranilto Sales, as ações de prevenção devem continuar paralelamente às fiscalizações. “A força tarefa vem para intensificar essas ações  de prevenção e ao mesmo tempo  fiscalizar de forma mais enérgica, pois  estamos em um período critico em que os chacareiros usam  muito  o fogo para o preparo do solo”, disse.

 

Ainda de acordo com Sales, as ações de prevenção e combate às queimadas prosseguem até o final do mês de setembro.  “Também teremos ações pontuais no dia 29 deste mês na região Sul  e no dia 12 de setembro, na região Norte”, disse.

 

A força tarefa também conta com a participação da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e  Recursos Hídricos, Corpo de Bombeiros,  Naturatins, Ibama, Itertins, Ruraltins, Seagro, Exército Brasileiro e Batalhão de Polícia  Militar Ambiental.

 

 

Dados do INPE

 

De acordo com dados da Defesa Civil Municipal, extraídos do satélite do Instituto Nacional de Pesquisa Especial (INPE), entre os dias 1º de junho e 16 de agosto deste ano foram identificados  149 focos de calor.

 

Ainda foram detectados,  15 focos de grandes proporções, sendo 10 focos na zona rural, e cinco na região de Taquaralto e Taquaruçu.

 





 Edição: Lorena Karlla 

Portal do Contribuinte

Aqui você encontra os serviços on-line disponibilizados pela prefeitura.

Nota Quente

Programa de incentivo à emissão de notas fiscais gerando crédito para concorrer a prêmios.

Utilidade pública

Este espaço facilita o acesso do cidadão aos serviços prestados pelo município.

Servidor

Canal destinado à assuntos dedicados ao servidor público municipal.

Concursos

Canal destinado à concursos realizados pela Prefeitura de Palmas.

Turista

Conheça Palmas. Seus pontos turísticos, sua diversidade e eventos você encontra aqui.

PROJETOS E AÇÕES

+ PROJETOS E AÇÕES