CATEGORIAS

BLOG DE NOTICIAS

‘Palmas Capital da Fé’ reúne famílias em festa cristã e ajuda a aquecer a economia da Capital; pesquisa do IFTO aponta satisfação do público

27 de February de 2020 às 17:06min | Agtur

De acordo com a pesquisa do IFTO, o público avaliou a programação positivamente

Georgethe Pinheiro

Nerivan Damasceno

Foram mais de 30 apresentações em cinco dias de evento, com oito regionais, um internacional e 21 nacionais, todos do segmento religioso

 


Cinco dias de festa cristã, com participação de público estimado em 100 mil pessoas segundo a Agência Municipal de Turismo (Agtur), o que dá uma média de 12 mil visitantes por noite, o ‘Palmas Capital da Fé’ também foi responsável por injetar em torno de R$ 360 mil na economia da Capital, entre os dias 21 e 25 de fevereiro. A festa, que aconteceu na Vila Olímpica, reuniu 30 atrações artísticas da música religiosa, entre pregadores, cantores e bandas no período que a cantora Adriana Arydes descreveu como “um tempo de graça pra Palmas”.

 


E o resultado veio na satisfação do público que esteve na programação. De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Federal tecnológico do Tocantins (IFTO), que entrevistou 1.513 pessoas, sendo 57,7% mulheres e 43,3% homens, 51,1% dos entrevistados avaliaram o evento como “ótimo”.

 


Já 41% dos entrevistados julgaram o evento como “bom” e 7,9% responderam que o evento foi regular ou insatisfatório.  A sondagem estima que 60% do público do evento seja de Palmas; 19,4% do interior do Tocantins e 12% de outros estados brasileiros.

 

 

Atrativos

 

 

Vale destacar que entre os atrativos do ‘Capital da Fé’, oito foram regionais, o que significa que mais de 26% das atrações que tiveram oportunidade de subir ao palco são locais. Além disso, a Prefeitura de Palmas, por meio da Agência Municipal de Turismo (Agtur), também trouxe um atrativo internacional, a ‘Banda Christafari’, que é considerada a maior banda de reggae cristão, originária dos Estados Unidos da América.

 

 

Porém, não só a música, louvor e adoração fizeram a alegria da comunidade religiosa. É que o ‘Capital da Fé’ também ofereceu a oportunidade para mais de 50 famílias reforçarem o orçamento doméstico, comercializando alimentos, em dois túneis Geo Space, cada um com 20 estandes, além de um corredor com espaço para 12 food trucks e espaços para carrocinhas de pipocas, algodão doce, churros, parque infantil e ainda estandes de itens religiosos e artesanatos.

 

 

Para comodidade dos cidadãos, a Prefeitura disponibilizou ônibus da linha eixão passando a cada cinco minutos, durante as cinco noites, sempre a partir das 18 horas, no trecho entre a Estação Javaé (região Sul) e a Estação Apinajé (região Norte). A organização ainda aparelhou estacionamento ao custo de R$ 5,00, para as famílias que optaram por fazerem o deslocamento em veículos próprios. A renda foi revertida em benefício da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Palmas.

 



No quesito segurança, a Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana esteve presente nos cinco dias do ‘Capital da Fé’, com blitz repressiva e educativa, testes de alcoolemia, atendimento a ocorrências via Siop, dentre outros.

 


A festa cristã contou com a parceria da iniciativa privada, entre eles a empresa de tecnologia SIM e a de comunicação Zyom, responsável pela transmissão ao vivo do evento.

 

 

Pesquisa IFTO

 

 

A pesquisa realizada pelo Instituto Federal tecnológico do Tocantins (IFTO), que avaliou a participação e satisfação com o evento, mostrou também que entre as pessoas que não são de Palmas, 9,1% hospedaram-se em casa de familiares ou amigos; 4,8% não dormiram na Capital; 13% optaram por hotel e 2,2% escolheram outros meios de hospedagem.

 

 

Já sobre a variedade musical oferecida, 92,1% dos entrevistados avaliaram a programação musical como “ótima” ou “boa”. E a praça de alimentação, recebeu notas entre “ótima” e “boa” de 90,9% dos participantes da pesquisa.

 



 


 

Edição: Lorena Karlla

 


Voltar