CATEGORIAS

BLOG DE NOTICIAS

#FiqueBemEmCasa: Não fique parado! Treinadores garantem que mesmo em casa é possível se exercitar

06 de April de 2020 às 16:42min | Fundesportes, Covid-19

Muitos treinadores disponibilizam treinos onlines para população manter o condicionamento físico e ajudar na imunidade durante o isolamento social

Deni Rocha

Divulgação

Com foco e determinação alunos seguem rotina de atividade física em casa

É sabido que o momento pelo qual o mundo passa pede que as pessoas fiquem em casa. No entanto, não devem permanecer parados, por isso, mesmo diante das academias e parques fechados, muitos treinadores disponibilizam treinos onlines para população manter o condicionamento físico e ajudar na imunidade durante o isolamento social.

 

Em Palmas não é diferente. Muitos atletas e pessoas comuns têm se dedicado e buscado alternativas para manter a rotina de exercícios sem correr riscos e sem contribuir para a disseminação do coronavírus. Ao mesmo tempo, profissionais de educação física tem orientado seus alunos com dicas e exercícios que possam ser feitos em casa, mesmo em ambientes pequenos.

 

A bacharel em educação física, Brenda Mesquita, esclarece que o exercício físico produz inúmeros benefícios para saúde o que faz necessário praticá-lo diariamente, inclusive nesse período. “O período de isolamento social pode se tornar algo extremamente estressante para algumas pessoas, o que pode acarretar em altos níveis de ansiedade. A prática do exercício físico então, pode somar de forma a reduzir os níveis de ansiedade e estresse, auxilia na manutenção da saúde, traz uma melhor percepção de bem-estar, alívio das tensões musculares, melhora na qualidade do sono, da fadiga e muito mais”.

 

Ao mesmo tempo, Brenda destaca que vale lembrar que é muito importante ter sempre o acompanhamento de um profissional de educação física para esse tipo de prática e em virtude da quarentena e isolamento social, muitos estão atendendo home office e acompanhando seus alunos de forma virtual. “Antes de começar a se exercitar é fundamental o alongamento e aquecimento para preparar o corpo para uma atividade mais intensa. A postura correta é essencial para um bom desenvolvimento dos exercícios, peito para fora, coluna reta e abdome sempre contraído”, pontua a treinadora, acrescentando que é importante dar atenção aos sinais do seu corpo. “Caso sinta qualquer tipo de mal-estar, algo parecido com tontura, náuseas, fraqueza ou falta de ar, dê uma parada, respire fundo e se possível verifique a sua pressão arterial, se sintomas persistirem procure orientação médica”, disse.

 

Brenda explica ainda que para se movimentar, não precisa necessariamente de uma série de exercícios. Todos podem pode dançar, brincar com seu cachorro, jogar bola com seu filho. O importante é não ficar parado e evitar o sedentarismo.

 

Enquanto isso, de casa, os alunos têm seguido as recomendações e orientações desses profissionais para realizarem as atividades. Esse é o caso do servidor público, Roney Benicchio, que estava acostumado a malhar na academia todos os dias e precisou readaptar a rotina de exercícios.

 

Benicchio declara que neste período de academias fechadas e a contra indicação de praticar exercícios ao ar livre onde tenha aglomeração de pessoas, sejam parques ou trilhas, o jeito foi adaptar a uma rotina de treinos domésticos e com menos intensidade.

 

“O personal tem sugerido treinos aeróbicos, assim como exercícios que o espaço de um apartamento comporte. O interessante é que sim, dá pra exercitar e manter a rotina, porém com um grau de execução leve para moderado, utilizando apenas o peso do corpo. Assim os músculos não perdem a memória e quando tudo voltar ao normal, terei mantido o foco e determinação”, disse.

 

Quem também tem feito os exercícios em casa é a bancária Elayne Costa que garante que tem diversificado as atividades por meio das lives de profissionais conhecidos nacionalmente e das academias de Palmas, seguindo uma rotina diária, com treino funcional, utilizando utensílios e objetos caseiros e sem nenhuma despesa extra. “Faço treinos diversificados de membros inferiores e superiores, dança, além dos exercícios isométricos, para manter uma rotina prazerosa”.

 

Elayne destaca ainda que os exercícios têm sido de fundamental importância para manter sua saúde, física e mental. “Assim que entramos na quarentena tive crise de pânico, a atividade física foi o que me tirou desse foco de tensão. Sempre fiz atividades físicas e ficar em casa só assistindo as notícias estava me enlouquecendo, a adrenalina me fortalece e motiva diariamente. Além de me tirar a ansiedade, o cansaço físico me faz dormir melhor e alimentar melhor”.

 

Então, para que todos sigam focados na sua rotina de atividades diárias, segue algumas dicas dos profissionais de educação física para contribuir como esse novo estilo de vida.

 

Eles orientam que busquem espaços com uma vista bacana, como varanda para a rua ou quintal, crie uma playlist com músicas animadas, tenha sempre um  garrafa de água, otimize espaços pequenos, como apartamentos, se for possível, ter um espelho grande para acompanhar seus movimentos, assista algo, use seus móveis e objetos como apoio e aproveite aulas onlines.


Voltar