CATEGORIAS

BLOG DE NOTICIAS

Mulheres guardiãs no trânsito e na segurança são destaques na administração municipal

08 de March de 2020 às 10:48min | Segurança, Trânsito, GMP

Valéria e Letícia são líderes em suas áreas

Redação Secom *Colaborou Márcio Greick

Lucas Estevão

 

Valéria Oliveira e Sandra Letícia Thomazi Bordin fazem história ao ser as primeiras mulheres ao assumir o posto mais alto de suas corporações


O Dia Internacional da Mulher é lembrado neste domingo, 08. E ao longo do tempo o público feminino vem conquistando espaços que historicamente são ocupados pela ala masculina, a exemplos das áreas de Segurança Pública e Trânsito e Transporte.  Setores considerados estratégicos na esfera da administração pública municipal. 



Valéria Oliveira, que é servidora municipal desde 2000, e a frente do planejamento das ações da Superintendência de Trânsito e Transporte, cargo esse nunca ocupado por uma mulher, fala dos desafios de comandar uma equipe majoritariamente masculina, e ressalta também a competência das 21 mulheres que integram a superintendência. 



“O fato de uma mulher assumir um cargo que num passado recente não era possível, certamente chama a atenção. E esse reconhecimento se deve a valorização profissional. São mais de 20 anos de serviços prestado a instituição. A mulher tem essa sensibilidade para humanizar os serviços e buscamos trabalhar em harmonia para garantir a eficiências das ações”, lembrou.   



Segurança



Quando o assunto é segurança e combate a criminalidade na Capital, as mulheres também reforçam o time da  Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) que é referência nas regiões Norte e Nordeste na atuação em segurança municipal, com ações ostensivas e repressivas, executadas por meios dos grupamentos de Rondas Ostensivas Municipais (Romu), Guarda Quarteirão, e Divisão de Fiscalização Ambiental. 



A  primeira mulher a assumir o posto principal da GMP, feito registrado na gestão da prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, a  Inspetora Sandra Letícia Thomazi Bordin, que comanda uma equipe atualmente formada por um total de 215 Guardas. Sendo que desse total, apenas 12,44% são mulheres. Letícia lembrou da honra de representar as mulheres e os desafios diários.



“Metade da minha vida até aqui, foi fazendo parte da GMP. É uma honra ser integrante da corporação e representar no comando as minhas colegas que, assim como eu, escolheram atuar em uma área tão delicada como a segurança pública. Os desafios são enormes e ao mesmo tempo naturais, uma vez que temos conquistado nosso espaço de forma gradativa, com muito trabalho e competência”, destacou. A comandante, além de ser escritora e palestrante, também está concluindo a graduação em Gestão Pública.

 

Parceira de corporação, a gmp Jaqueline Santos Sonego, é gestora ambiental, 36 anos, e trabalha em uma área que é exercida na maioria das vezes por homens. Ela atua há 12 anos como condutora de viatura na GMP. “Confesso que é um prazer, mas um desafio diário, pois a responsabilidade é muito grande em conduzir uma viatura, mas é fascinante”, acrescentando que faz o que gosta e ainda para o bem da comunidade. Ela acredita que a mulher atual deixou de ser coadjuvante e assumiu vários lugares na sociedade. “Porém com todos esses avanços ainda é preciso pautar sempre as questões de gênero nas discussões da sociedade civil e do Estado”, finalizou.

 



Comemoração



Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, neste domingo, 08, as mulheres da Guarda Metropolitana de Palmas vão se reunir em uma chácara em Taquaruçu, juntamente com a Comandante da GMP, Leticia Bordin. 





 Edição: Lorena Karlla

 

 


Voltar