CATEGORIAS

BLOG DE NOTICIAS

Ideias e reflexões são compartilhadas com o público no ‘IVM Talks’

06 de December de 2019 às 14:49min | Instituto Vinte de Maio

Público prestigia palestra no IVM Talks

Redação IVM

Gabriela Martins

Minipalestras sobre temas diversos fizeram parte da programação do 2º Ciclo de Palestras do IVM nesta quinta-feira, 5


A programação do 2º Ciclo de Palestras do Instituto 20 de Maio de Ensino, Ciência e Tecnologia (IVM) dessa quinta-feira, 5, foi bem movimentada e concorrida, como nove minipalestras sobre temas diversos compartilhados pelos palestrantes, despertando a reflexão no público presente. O evento segue até esta sexta-feira, 6, no IVM, onde ainda estão previstas oficinas de automaquiagem e palestra com o tema 'O poder da comunicação', às 14 horas, com a advogada, contadora e coach, Lédyce Nóbrega.

 

Durante a programação dessa quinta-feira, 5, a pedagoga Eliane Marques falou sobre o tema: ‘Maternidade e Profissão’, enfatizando a importância de tempo de qualidade, tanto na maternidade quanto na vida profissional. “Você é feliz? A sua profissão vale a pena?”, questionou a palestrante. “Se não vale, ou se não está feliz, repense!”, ponderou.

 

A também pedagoga Deyze Ilma falou sobre o ‘Método Montessoriano’, quando trouxe a história de Maria Tecla Artemisia Montessori, educadora, médica, cristã católica e pedagoga, que é conhecida pelo método educativo que desenvolveu e que ainda é usado hoje em escolas públicas e privadas em todo o mundo. Durante palestra, Deyze destacou que é preciso “acreditar na capacidade da criança”.

 

Na palestra ‘Quem, de fato, sou eu?’ a palestrante Joana Paula falou sobre a importância do autoconhecimento, que segundo ela é uma busca diária de uma versão melhor de si mesmo. Na oportunidade, também foi entregue um questionário com perguntas básicas e corriqueiras como: “Quem eu sou na essência?” ou “Qual legado eu quero deixar para o mundo?”, mas que muitas vezes as pessoas não param para pensar na resposta.

 

Finalizando a programação do período da manhã, a contadora e analista de perfil comportamental Elaine Queiroz falou sobre o tema: 'Carreira – foco, planejamento e fé'. Segundo a palestrante, para crescer como pessoa, é preciso se conectar com pessoas que instiguem as outras a quererem aprender mais. “O tempo não é o da gente. Eu tenho que estar pronta para quando a oportunidade chegar”, enfatizou a palestrante, que concluiu com a frase de Mahatma Gandhi que diz: “Faça o melhor que puder! O resultado virá na mesma proporção do seu esforço.”

 

Educação financeira

 

Seguindo a programação do dia, no período da tarde, o IVM Talks começou com uma sequência de minipalestras relacionadas à questão financeira. O primeiro tema tratado foi 'Reserva de emergência: o primeiro investimento', com o analista de sistemas e coach, João Neto Valadares. Na ocasião, o palestrante ensinou a como começar a poupar para uma emergência, lembrando que o indicado são 10% da renda mensal. Ele ainda explicou onde aplicar esse valor de forma a fazer com que ele possa render melhor, sabendo onde existe risco.

 

Na sequência, o administrador Lucas Morais ministrou a palestra 'O que não te contaram sobre o dinheiro'. Nela, foram levantadas duas questões: se está dando certo, e se o caminho em que se está fornecerá a riqueza que se quer, no tempo desejado. Segundo o palestrante, essa é a pergunta que precisa ser feita. “Se a resposta for não, é hora de mudar ou desistir de vez”, disse. Ao final, disponibilizou um artigo de sua autoria sobre finanças e uma planilha de controle.

 

A master coach Maria Meirelles ministrou a palestra 'Prosperidade financeira'. Segundo ela, estamos seguindo o fluxo para o sucesso, e ser negativo tira a pessoa desse fluxo, fazendo com que ela não conquiste seus objetivos.

 

'A minha dor me transforma', foi o tema abordado pelo biólogo Adriano Parrião, que na oportunidade trouxe vivências particulares para mostrar que a dor transforma e que o sofrimento ensina. Segundo ele, “empatia não é sentir o que o outro sente, empatia é entender que a dor do outro é diferente da minha”. Em uma breve metáfora, Parrião trouxe um trecho da música 'Metamorfose ambulante', de Raul Seixas, em que fez uma comparação da vida da borboleta, que passa por quatro fases: do ovo, onde é frágil, como o ser humano na fase de bebê; da lagarta, onde come muito e se alimenta de diferentes conhecimentos; do casulo/crisálida, no seu momento de introspecção, de autoconhecimento; e a fase da borboleta, na qual se mostra forte, bela, e segura de si. “O que você faz com o que a vida fez com você é o que faz a diferença”, frisou.


Por último, o engenheiro e lixólogo, João Marques ministrou a palestra: 'O que eu faço com o meu lixo?'. Na ocasião, o palestrante trouxe o questionamento tema da palestra, perguntando para a plateia o que cada um faz com o seu próprio lixo. Segundo Marques, cada pequeno ato pode fazer toda a diferença, e a reciclagem de lixo é “riqueza”. Ao final, o palestrante sorteou, entre os participantes, dois volumes do seu livro ‘
O que faço com meu lixo? Resíduos sólidos - da geração à destinação final'.


Voltar