CATEGORIAS

BLOG DE NOTICIAS

Mais de R$ 20 milhões são injetados na economia palmense durante a realização dos Jogos Mundiais Indígenas

03 de November de 2015 às 18:26min | Gabinete do Prefeito, Jogos Mundiais dos Povos Indígenas

Redação Secom

Júnior Suzuki

Mais de R$ 20 milhões circularam na Capital durante os nove dias dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (JMPI). A estimativa, que contabiliza dados da rede hoteleira, bares, restaurantes, entre outros segmentos, foi divulgada durante entrevista coletiva realizada na tarde desta terça-feira, 03.

 

De acordo com o prefeito Carlos Amastha essa movimentação econômica é um dos legados do evento internacional. “Os jogos foram maravilhosos para a nossa economia, Palmas esteve na contramão do Brasil com atividade econômica muito ativa neste mês de outubro”, afirmou.

 

A imagem positiva da cidade veiculada pela mídia nacional e estrangeira durante o evento também foi ressaltada pelo gestor. “Havia mais de 300 jornalistas cobrindo o evento, vimos centenas de reportagens trazendo Palmas de maneira sempre positiva. Palmas se coloca em um patamar muito elevado o que trará investimentos, sendo que já recebemos visitas de empresários e embaixadores interessados em parcerias conosco”, destacou.

 

O prefeito ainda salientou o legado material do evento.  Toda a estrutura feita de forma permanente na Vila dos Jogos, como vias de acesso, energia elétrica, esgoto e iluminação pública, servirá de base para o complexo esportivo que será construído no local com recursos federais na ordem de R$ 10 milhões que serão destinados ao Município. “O projeto está pronto para ser licitado”, ressaltou o gestor.

 

Ao avaliar a realização dos jogos na Capital, Amastha ressaltou que “o mais importante é o sentimento do palmense, dizer com orgulho que Palmas está preparada para organizar qualquer tipo de evento de grande porte. Superou as expectativas de todos nós, sabíamos que seria grande, mas foi muito maior do que tudo o que nós sonhamos”.

 

 

Números

 

Durante os nove dias de evento foi registrado um público de 140 mil pessoas. “Nesse quantitativo não estão inseridas pessoas que estavam trabalhando, os voluntários e atletas. Estimamos que cerca de 20 mil pessoas circularam pela Vila dos Jogos diariamente”, destacou o secretário extraordinário dos Jogos Mundiais Indígenas, Hector Franco.

 

 


Voltar