CATEGORIAS

BLOG DE NOTICIAS

Plano de Mobilidade dos JMPI registrou quase 1,6 milhão de passageiros no transporte público e nenhuma morte ou acidente grave

03 de November de 2015 às 17:24min | Acessibilidade, Jogos Mundiais dos Povos Indígenas

Wédila Jácome

Valério Zelaya

 

O Plano de Mobilidade para a primeira edição dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas atingiu a expectativa dos organizadores e durante os nove dias de festividade não foi registrado nenhum acidente grave ou com morte no trânsito, relacionado ao evento ou na proximidade da Vila dos Jogos. Já no transporte público, o sistema de bilhetagem registrou quase 1,6 milhões de passagem, isso corresponde a 22% a mais que a média semanal em Palmas.

Para garantir essa segurança viária, os agentes de trânsito e transporte, trabalharam diuturnamente no controle e operação do tráfego na área dos Jogos, com um quantitativo de 70% do efetivo todos os dias.

 

Nove viaturas, quatro motocicletas e 11 painéis luminosos de mensagens também ajudaram os agentes de trânsito nesse trabalho de promoção à segurança viária. Além dos serviços ordinários, o efetivo da Secretaria Municipal de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte também auxiliou em diversas frentes de segurança, como na escolta de autoridades, interdição de vias, tanto na abertura dos jogos quanto para realização de eventos esportivos.

 

Para que essa operação de mobilidade surtisse o efeito desejado, a Prefeitura de Palmas incentivou a população a utilizar o transporte público. E para isso, foram disponibilizadas linhas exclusivas, todas com veículos novos, com ar-condicionado e elevadores de acessibilidade.

Um exemplo é a linha que fez o percurso de 6 km em volta do circuito dos Jogos, com parada em frente ao Estádio Nilton Santos, e ainda percorreu às áreas de estacionamento, passando em frente as universidades Ulbra e Católica. Nessa linha, quem optasse em ir de ônibus, poderia descer em um dos pontos, localizados em frente às universidades Ulbra e Católica, e integrar na linha exclusiva e gratuita, que operou com intervalos de 5 em 5 minutos, das 15 às 22 horas.

 

Um ônibus elétrico, fez a linha gratuita e exclusiva para os credenciados, saindo da Vila dos Jogos sentido rede hoteleira. E, ainda, uma linha, com tarifa normal, atendeu o Aeroporto, passando pela Vila dos Jogos, sentido rede hoteleira, com um percurso de 39 km, atendendo aos horários de chegada dos voos.

Táxi e Mototáxi


Os táxis e mototáxis registraram um acréscimo em mais de 10% na quantidade de corridas durante os JMPI, segundo os sindicatos de cada categoria. Em frente ao Estádio Nilton Santos, a SMAMTT viabilizou pontos rotativos desses modais de transportes. Atuaram 120 táxis e 98 mototáxis, de forma rotativa.

 

Estacionamento

 

Nas mil vagas de estacionamento pago, disponibilizadas em frente ao Estádio Nilton Santos, foi registrada uma média diária de fluxo de quatro mil veículos. Já no dia 30, na grande final dos Jogos, o fluxo de veículos superou o número de nove mil na área próxima ao Nilton Santos.

 

O secretário Christian Zini atribui a esse sucesso, o trabalho planejado e integrado dos servidores da SMAMTT. “Nosso efetivo trabalhou diuturnamente para que a sinalização, o transporte e o trânsito funcionassem perfeitamente durante os Jogos. E nossos agentes de Trânsito e Transporte atuaram como verdadeiros salva-vidas do asfalto”.


Voltar