CATEGORIAS

BLOG DE NOTICIAS

Programa Coleta Palmas: recém-casados adotam práticas de consumo consciente

14 de January de 2020 às 12:09min | Meio Ambiente

Por meio do programa, podem ser entregues materiais de metal, plástico ou papel como por exemplo embalagens de leite ou suco, latas de metal, entre outros

Márcio Greick

Luciana Pires

A engenheira Paulla Vasconcelos e o médico Tiago Cavalcante viram no casamento uma oportunidade para intensificar ações de consciência ambiental

Imagine um casamento sustentável com a aplicação dos princípios dos 3 R’s da sustentabilidade (Reduzir, Reutilizar e Reciclar). Os recém-casados Paulla Vasconcelos e Tiago Cavalcante disseram o ‘sim’ um ao outro, em novembro de 2019, em Palmas, e adotaram essa estratégia para torná-lo mais sustentável possível.

 

A engenheira eletricista Paulla Vasconcelos conheceu o Programa Coleta Palmas por meio da amiga Roseanne Camargo, servidora da Fundação Municipal do Meio Ambiente (FMA). Incentivadora das práticas de sustentabilidade, Roseanne fala de seus hábitos em prol do meio ambiente. "Em casa temos o hábito de separar os resíduos em um caixote de madeira e levar aos pontos de coletas, onde são depositados em locais adequados", explica a servidora. 

 

Paulla e o então noivo, o médico Tiago Cavalcante, viram no casamento uma oportunidade de intensificar essas ações, já que um casamento envolve vários processos e pessoas, além de tentar incentivar outros a fazerem o mesmo.  “Com o apoio do meu noivo nós começamos a repensar melhor o planejamento do casamento, pois tínhamos material e para onde destiná-lo, então não poderíamos ignorar que algo poderia ser feito, pois atitudes como as que adotamos proporcionam benefícios tanto econômicos como ambientais e sociais”, concluiu.

 

A primeira delas foi reduzir uso do papel. Os noivos optaram em diminuir a utilização dos convites impressos, sendo que 40% foram produzidos em forma digital e os demais em papel reciclado. Então decidiram entregar convites impressos apenas aos familiares por uma questão de tradição. “Nós fizemos convites digitais, com QR code, para os demais convidados”, disse Paulla Vasconcelos.

 

Ainda de acordo com Paulla, os resíduos gerados com essas impressões foram destinados para o programa Coleta Palmas. “Ainda antes do casamento eu morava na mesma casa que a minha amiga Roseanne. Então ela levava os resíduos da casa para o PEV (Ponto de Entrega Voluntária)”, disse.

 

Seguindo o princípio do segundo R (de Reutilizar), o casal optou por usar os porta-guardanapos emprestados e as embalagens dos doces foram compartilhadas para que os outros amigos possam reutilizá-las. “Nós pegamos os porta-guardanapos emprestados de um casal de padrinhos que eles fizeram para o casamento deles há alguns anos”,  disse, acrescentando que foram cerca de 200  porta-guardanapos, com isso não foi necessário comprar ou confeccionar outros.

 

De acordo com o casal, as embalagens dos doces foram coletadas no final do casamento, pelo menos a maioria. “Algumas delas já foram reutilizadas no noivado de um casal de amigos após o casamento. E ainda temos outras disponíveis para reutilização”, concluiu.

 

E quando não foi possível reduzir ou reaproveitar algum produto usado na festa de casamento, eles optaram pelo terceiro R (Reciclar), ou seja, transformar os resíduos de papel e plásticos em matéria-prima.

 

As embalagens resultantes de presentes, papelão que envolvia móveis ainda desmontados e resíduos já gerados na casa com a rotina do dia a dia foram  encaminhados para  o Ponto de Entrega Voluntária (PEV) que fica próximo à Eletronorte, no estacionamento do anexo do Tribunal de Justiça e para o ponto de coleta próximo à  loja Havan. “Nós tivemos muitas caixas, sacolas e embrulhos (tanto plástico como papel), e papelão que envolvia os móveis antes da montagem”, concluiu.

 

Chá de lingerie

 

Um dos compromissos com a organização do casamento de Paulla e Tiago foi torná-lo o mais sustentável possível, a exemplo do chá de lingerie. “O meu chá, que foi surpresa e organizado por algumas amigas, não teve copo descartável. Elas mandaram confeccionar copos que pudessem ser reutilizados” disse.

 

Incentivo às pessoas repensar

 

Para os recém-casados Paulla e Tiago, a estratégia usada no casamento com o uso dos 3 R’s da sustentabilidade não se restringem apenas ao casamento. “Nosso casamento ‘sustentável’ foi uma forma de incentivar as pessoas a repensarem os seus hábitos de consumo e os impactos que elas provocam sobre elas mesmas, a economia, as relações sociais e a natureza” disse.

 

Coleta Palmas

 

O Programa Coleta Palmas é resultado de um longo estudo sobre a gestão de resíduos no Município e se concretizou como uma ação da Fundação Municipal de Meio Ambiente, em parceria com as secretarias municipais da Educação, de Infraestrutura e Serviços Públicos, de Assuntos Estratégicos, Captação de Recursos e Energias Sustentáveis, de Desenvolvimento Econômico, de Comunicação, além da Fundação Municipal de Esportes e Lazer, Fundação Municipal da Infância e Juventude.

 

Por meio do programa, podem ser entregues materiais de metal, plástico ou papel como por exemplo embalagens de leite ou suco, latas de metal, garrafas plásticas, caixas de ovos, papelão, entre outros produtos.

 

Para o total aproveitamento do material coletado é necessário que todo o resíduo seja separado e limpo com água, em seguida colocado para secar, evitando assim que resíduos possam danificar ou contaminar todo o material já recolhido no contêiner.

 

Entenda melhor o que significa Reduzir, Reutilizar e Reciclar

 

1 – Reduzir

 

Quando pensamos em reduzir, devemos entender como também investir em produtos que garantam mais durabilidade, já que levam mais tempo para que sejam trocados. Outras práticas também contribuem para a preservação dos recursos naturais como o não desperdício de alimentos, substituição de produtos que não são recicláveis pelos que são, etc.

 

2 – Reutilizar

 

A reutilização também é um meio inteligente para contribuir com a natureza. É nessa etapa que pode-se utilizar várias vezes o mesmo produto de forma criativa e funcional, o que prolonga a sua vida útil. Algumas pessoas confundem o que significa reutilizar com o ato de reciclar, mas os dois conceitos são diferentes.

 

3 – Reciclar

 

A reciclagem é o ato de transformar os resíduos em novos produtos. Isso significa que a matéria-prima de um determinado produto pode ser oriunda da reciclagem de um resíduo, que seria descartado na natureza. Essa atitude poupa os recursos naturais e supre as necessidades humanas.


Voltar