CATEGORIAS

BLOG DE NOTICIAS

I Fórum do Câncer reúne mais de 250 profissionais em Palmas

08 de October de 2014 às 22:50min | Saúde, Prevenção

Eliene Campelo

Antônio Gonçalves

Mais de 250 profissionais da área de saúde de Palmas participaram nesta quarta-feira, 08, do I Fórum Municipal do Câncer que aconteceu no auditório do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. Em pauta temas importantes como Câncer do Colo do Útero, Câncer de Pele, Câncer de Próstata e Realidade do Registro Hospitalar.

 

O secretário municipal de Saúde, Luiz Teixeira, durante a abertura falou da importância do evento que se propõe não só discutir o tema, mas levar conhecimento aos profissionais que atuam diretamente com a comunidade. "Um fórum como esse que discute temas atuais e fala principalmente de prevenção é essencial pois prepara nossos profissionais para atuarem junto à comunidade no sentido de incentivar na busca do tratamento antes que seja tarde. Quanto mais prevenção, mais chances de cura", destacou o secretário.

 

O evento é uma iniciativa da Diretoria de Vigilância em Saúde da Capital e faz parte da programação do movimento Outubro Rosa. “O evento foi um sucesso e traz para toda a nossa equipe os desafios da prevenção; em todo o Brasil há um esforço muito grande para anteciparmos os tratamentos de doenças crônicas e agravos agudos como o câncer, o Fórum nos trouxe este alerta”, explicou a diretora de Vigilância em Saúde, Renata de Oliveira Peres.

 

Uma das palestras mais prestigiadas foi a da médica Rosemary Latrônico, responsável pelo Serviço de Patologia do Trato Genital Inferior e Colposcopia do Ambulatório do Hospital Geral de Palmas, que falou sobre Câncer do Colo do Útero e ressaltou a eficácia da vacinação contra o Papilomavírus Humano conhecido como HPV.

 

“Temos que conscientizar a todas as mulheres que o câncer do colo uterino pode ser prevenido, inclusive falar da importância da vacinação contra o HPV responsável por grande número dos casos. Todas as mulheres devem tomar a vacina, mesmo as que já tiveram algum tipo de HPV”, alertou a especialista.

 

Rosemary Latrônico falou ainda que já é de conhecimento da comunidade cientifica que é possível a transmissão do vírus do HPV sem o contato sexual. “Infelizmente já sabemos através de publicações cientificas que há casos em que o vírus sobrevive em ambientes externos ao corpo humano, como por exemplo em banheiros. Este é mais um motivo para fortalecermos os trabalhos de prevenção e tratamento”, explica a médica, acrescentando que o câncer de colo de útero é o tipo com maior incidência na região Norte do Brasil.

 

A especialista afirma ainda que Palmas atua conforme as diretrizes brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero, implantadas pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA). “Estas diretrizes nos ajudam a uniformizar o rastreamento, cujo método principal de detecção é o Papanicolau. Sendo que, quando há diagnóstico e tratamento adequados é possível reduzir de 60% a 90% dos casos de câncer cervical invasivo.”

 

Câncer de Mama

 

Elson Lopes Barbosa, mastologista e cirurgião oncoplástico, falou sobre Câncer de Mama. Além de reafirmar a importância do auto exame o médico informou que o Tocantins já atua na reconstrução de mama em casos de mastectomia total ou parcial. “O SUS já realiza estas cirurgias de reconstrução de mama. Em Palmas temos uma equipe atuando no Hospital Geral de Palmas”, explicou o cirurgião.

 

“Toda mulher precisa estar atenta ao seu corpo. Principalmente as que já tem vida sexual ativa e estão na faixa etária de 25 a 60 anos”, disse. Outra dica dada por Barbosa é para fazer o auto exame sempre após a menstruação e observar se sai algum tipo de secreção da mama.

 

De acordo com o médico o exame de “Ultrassonografia da mama” complementa a mamografia. Sendo que esta consegue identificar se há presença de cistos ou nódulos na mama. “Ainda temos pessoas que não conhecem os sinais, não fazem o auto exame, pacientes que não valorizam a realização de exames preventivos. Reconhecemos o trabalho de todos os profissionais da rede de Saúde no município de Palmas que tem atuado com afinco na prevenção de todos os tipos de câncer”, declarou Elson Barbosa.

 

Aprendizado

A enfermeira Sandra Maria Ferreira assistiu a todas as palestras e disse que o Fórum foi uma ótima iniciativa da gestão. “Sem dúvidas vamos levar informações novas para a comunidade após este evento. Inclusive gostei de ver colegas recepcionistas, assistentes administrativos, pois todos são importantes na acolhida dos pacientes nas Unidades de Saúde”, frisou.

 

A agente de saúde Elisângela Pinheiro disse estar feliz em participar do fórum e que sem dúvidas repassará o que aprendeu em cada casa que visitar. “Nós agentes sabemos que é importante convencer as pessoas a se prevenirem. É importante estar preparado e com bons argumentos para ter sucesso nesta tarefa”, afirmou.

 

O I Fórum Municipal do Câncer abriu o cronograma de atividades do Outubro Rosa da Secretaria Municipal de Saúde de Palmas e foi realizado em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde.

 

Nos meses de outubro e novembro haverá uma série de ações como palestras, mutirões de saúde e reuniões onde aborda a importância da prevenção e tratamento do câncer.

 


Voltar