CATEGORIAS

BLOG DE NOTICIAS

Semus promove 1º Fórum de Prevenção e Controle da Obesidade na Capital

25 de June de 2019 às 13:11min | Saúde

Segundo especialistas, a prática de exercícios físicos ajuda a combater Doenças Crônicas não Transmissíveis

Redação Semus

Raíza Ribeiro

O Fórum voltado para o plano de enfrentamento à obesidade acontece nesta quinta e sexta, 27 e 28, no Ceulp/Ulbra

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) aderiu ao enfrentamento da obesidade e do sobrepeso e através do Plano Municipal de Enfrentamento das Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT)  e realizará ações de prevenção e controle com foco na promoção da qualidade de vida da população palmense.  E como parte das ações, a Semus e a Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas (Fesp) promovem nesta quinta e sexta, dias 27 e 28 de junho, o 1º Fórum do Plano Municipal de Prevenção e Controle da Obesidade, no miniauditório do Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra).

 

O Fórum tem como público-alvo os profissionais da Estratégia de Saúde da Família, profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), residentes do Programa de Residência em Saúde Coletiva, profissionais da Coordenação de Alimentos da Vigilância Sanitária, técnicos da Superintendência de Atenção Primária e Vigilância em Saúde (Supavs/Semus) e representantes das Secretarias do Desenvolvimento Social, do Desenvolvimento Rural, da Educação, da Fundação Municipal do Esporte e Lazer e do curso de Nutrição da Universidade Federal do Tocantins.

 

“O plano tem como objetivo geral prevenir e controlar a obesidade na população de Palmas. Dessa forma, as ações serão repactuadas conjuntamente com parcerias intersetoriais, baseado na situação de saúde e planejadas de forma integral visando à diminuição dos fatores de risco para as Doenças Crônicas não Transmissíveis como diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares e neoplasias por meio da adoção de hábitos saudáveis, e em contrapartida,  contrariando hábitos determinantes do excesso de peso”, ressalta a enfermeira e coordenadora de Doenças e Agravos não Transmissíveis, Nadja de Oliveira Figueiredo.

 

No Brasil e no mundo, as Doenças Crônicas não Transmissíveis são responsáveis por 68% das causas de mortes prematuras, atingindo principalmente, as camadas mais pobres da população e grupos mais vulneráveis. “Na tentativa de modificar essa realidade, o plano visa promover o desenvolvimento e a implementação de políticas públicas e efetivas, integradas, sustentáveis e baseadas em evidência para a prevenção e o controle da obesidade como fator de risco para essas doenças, fortalecendo os serviços de saúde voltados para essa problemática”, reitera.

 

O 1º Fórum do Plano Municipal de Prevenção e Controle da Obesidade contempla os seguintes eixos estratégicos: Aumento da disponibilidade e acesso a alimentos adequados e saudáveis; Ações de educação, comunicação e informação; Promoção de modos de vida saudáveis em ambientes específicos; Vigilância Alimentar e Nutricional; Atenção integral à saúde do indivíduo com excesso de peso/obesidade; Regulação e controle da qualidade e inocuidade de alimentos.

 

O evento tem como parceiros o Serviço Social da Indústria do Tocantins (Sesi) e da Escola Tocantinense do Sistema Único de Saúde Dr. Gismar Gomes (Etsus).

 

 

Confira a Programação

 

 

Dia 27 de junho - quinta-feira

Local: Miniauditório Ceulp/Ulbra

9 horas - Abertura

9h15 – Mesa-redonda com o tema "Integração da vigilância, atenção primária e educação em saúde no controle da obesidade"

10h15 - Intervalo

10h30 - Apresentação Eixo 1: Aumento da disponibilidade e acesso a alimentos adequados e saudáveis; Apresentação Eixo 6: Regulação e controle da qualidade e inocuidade de alimentos

12 horas - Encerramento

 

Dia 28 de junho - sexta-feira

 

Local: Miniauditório do Ceulp/Ulbra

9 horas - Apresentação Eixo 2: Ações de educação, comunicação e informação

10h20 - Intervalo

10h40 - Apresentação Eixo 3: Promoção de modos de vida saudáveis em ambientes específicos

12 horas - Encerramento

14 horas - Apresentação Eixo 4: Vigilância Alimentar e Nutricional

15h20 - Intervalo

15h40 - Apresentação Eixo 5: Atenção Integral à saúde do indivíduo com excesso de peso/obesidade

17 horas - Encerramento

 


Edição e postagem: Iara Cruz



Voltar