CATEGORIAS

BLOG DE NOTICIAS

Movidos pela solidariedade, servidores públicos arrecadam cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade social

31 de March de 2020 às 10:39min | Servidores, Covid-19

Francisco Benvindo: "As coisas não estão fáceis e qualquer ajuda é importante para os trabalhadores autônomos"

Fernanda Mendonça

Divulgação GMP

Doações ainda podem ser feitas por qualquer pessoa interessada em ajudar ao próximo

 

Servidores públicos de diversas secretarias, que compõem a gestão municipal de Palmas, estão mobilizados em uma corrente de solidariedade para arrecadar doações em dinheiro para a compra de cestas básicas a famílias consideradas em situação de vulnerabilidade social, como auxílio durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

 

Com a chegada do vírus em Palmas, a adoção de medidas sanitárias como o isolamento social e o fechamento parcial do comércio, com vistas ao combate à Covid-19 e preservação das vidas dos palmenses, impactaram o dia a dia de diversas famílias, principalmente dos trabalhadores informais. Movidos pelo amor ao próximo e cientes de que pequenas ações podem mudar positivamente a vida das pessoas, alguns integrantes da Guarda Metropolitana de Palmas (GPM) foram os primeiros a realizarem a entrega de cestas, na semana passada, para moradores do Jardim Taquari, Capadócia e na Quadra Arse 122.

 

Para o chefe da Divisão de Fiscalização da GMP, Carlos Rogério Pereira Lima, poder compartilhar um pouco do que tem com outras pessoas é importante. “Como estamos na linha de frente das ações de combate ao coronavírus, nosso pessoal percebeu a angústia de preocupação de muitas pessoas sobre o presente e como conseguiriam suprir as necessidades básicas. Então fizemos uma arrecadação e montamos 11 cestas. Sei que é pouco diante da magnitude do que estamos passando, mas estamos fazendo a nossa parte dentro do que é possível”, informa.

 

Com a campanha “#SêComAmor, seja com amor, seja solidário”, servidores da Secretaria da Comunicação estão arrecadando dinheiro e alimentos. A primeira entrega ocorreu ontem e o gesto levou um pouco de alívio para nove famílias na região Sul da Capital. “As coisas não estão fáceis e qualquer ajuda é importante para os trabalhadores autônomos que vivem de bicos, como eu”, explica Francisco das Chagas Martins Benvindo, ao lembrar que muitas pessoas estão passando momentos difíceis em razão dessa mudança em todo o mundo.

 

A fotógrafa Luciana Pires, uma das idealizadoras da campanha, informa que nesta terça-feira, 31, novas cestas serão montadas. “A ação seguirá ativa e contamos com a ajuda de todos para trazer um alívio para quem tanto precisa. É só entrar em contato pelo número (63) 9 8449-9789 e informar como pode ajudar”, explica Luciana.

 

Servidores da Educação também estão mobilizados, a exemplo da Escola de Tempo Integral Eurídice Ferreira de Mello, no Jardim Aureny III. A montagem das cestas já começou e a entrega de roupas, alimentos, produtos de higiene pessoal e limpeza pode ser feita na própria escola, ou ainda via transferência bancária, para o Banco do Brasil, Agência 8096-9, Conta Corrente 18.943-X, em nome de Zulene de Sousa Teixeira.

 

São cerca de 1.200 alunos na escola e parte precisa de auxílio. A montagem das cestas e entrega serão feitas por servidores da unidade escolar, que já conhecem a realidade dessas famílias.

 

A Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana também lançou campanha de arrecadação. Para tanto qualquer pessoa interessada em ajudar pode entrar em contato pelo número (63) 9 9207-2710, falar com Kálita Saleth, ou ainda pelo e-mail: sesmu@palmas.to.gov.br.


Voltar