Agtur realiza segunda reunião ordinária com Comitê de Praias e Balneários de Palmas

Agência de Turismo

Autor: Gabriela Alves dos Santos, estagiária sob a supervisão da Diretoria de Joronalismo da Secom | Publicado em 14 de março de 2023 às 15:46

Representantes debateram sobre otimizações necessárias na infraestrutura das praias da Capital

Para debater demandas relacionadas à infraestrutura de um dos principais pontos turísticos da Capital, a Agência Municipal de Turismo (Agtur), realizou nesta terça-feira, 14, a segunda reunião ordinária do Comitê Praias e Balneários de Palmas. Na companhia de representantes da Fundação Municipal de Esportes e Lazer (Fundesportes), Fundação Cultural de Palmas (FCP), Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp), Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem), foram debatidos temas como a otimização da faixa de areia da praia das arnos com áreas de acessibilidade, substituição das telas de proteção das praias do Caju e do Prata. Além disso, durante a reunião também foi apresentado aos integrantes do comitê o calendário de eventos anual da Agtur. 

Para o presidente da Agência, Tom Lyra, alinhar os requerimentos que envolvem  a otimização de um dos cartões postais de Palmas é uma das formas de integrar a gestão da Prefeita Cinthia Ribeiro, que visa ofertar uma melhor estrutura para exploração qualificada do turismo nas praias. “A Capital já apresenta vastas opções de praias para que a movimentação turística aconteça, proporcionando ótimas experiências para moradores e aqueles que ainda não conhecem Palmas. Com o trabalho do Comitê iremos potencializar esses pontos turísticos”, salientou. 

Conforme explica Giovanni Assis, presidente da Fundação Cultural de Palmas, a existência de uma entidade deliberativa sobre as praias é de extrema importância para o fomento turístico e preservação destes locais. “A importância do Comitê gestor das praias se dá nesse sentido, agora efetivamente temos não só uma entidade, mas uma pasta que cuida sendo composta por várias secretarias que discutem e decidem sobre as necessidades das praias para que elas se tornem potencial de uso e balneabilidade”, disse.