Alunos de Cmei da Capital conhecem animais e novas plantas em trilhas do cerrado

Fundação Municipal de Meio Ambiente

Autor: Juliana Matos | Publicado em 25 de abril de 2019 às 12:38

 A aula do 2º período do Cmei Príncipes e Princesas, nesta quinta-feira, 25, aconteceu no Terraquarium do Ceulp/Ulbra

Trilhas do bioma cerrado se transformaram na sala de aula de alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Príncipes e Princesas, da Arne 12. Nesta quinta-feira, 25, uma turma do 2º período participou de projeto de educação ambiental do Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra).


Em grupos, elas se dedicaram a atividades novas direcionadas pelo projeto ‘Terraquarium: Educação e Meio Ambiente’. Usando um pedaço de meia fina, serragem e sementes de alpiste, aprenderam a confeccionar um boneco Cuca Verde que ganhará, com cuidado, água e algumas horas de sol por dia, cabelinhos verdes em alguns dias.  Puderam ainda observar animais do cerrado taxidermizados, como o lobo-guará, em formato real em uma caminhada direcionada por instrutores.


O pequeno Vítor Benício, de 5 anos, se voluntariou para auxiliar na atividade com mudas e disse que gostou de ter ajudado a plantar cacau. A Maria Clara Gomes Cerqueira, de 5 anos, também participou. “Gostei de passear na trilha e ver as plantas crescendo”, disse. A pedagoga e professora do Cmei Príncipes e Princesas, Daniele Borba Marins, explica que o passeio dialoga com o conteúdo que vem trabalhando com a turminha na escola. “Estamos produzindo uma horta, eles ajudaram e a ideia é, em breve, com o que plantamos na escola eles possam experimentar receitas feitas a partir do que colhermos”, explicou a pedagoga.



Terraquarium e Viveiro Educador


A gerente de Educação Ambiental da FMA, Marineiva Pereira de Souza Silva, ressaltou que é de grande importância a parceria entre FMA e o projeto. “Esperamos estar sempre ainda envolvidos com o projeto nesse trabalho tão importante de educação ambiental realizado junto com o nosso Viveiro Educador e envolvendo as escolas e os Cmeis”.  


Visitas de outros Cmeis já estão previstas para o próximo mês. O projeto Terraquarium: Educação e Meio Ambiente  é coordenado pela professora universitária Conceição Previero. “Aqui as crianças podem manusear, desenvolver habilidades e reconhecer elementos da natureza. É uma experiência muito bacana, inclusive, para nós do projeto porque conseguimos é uma troca este contato com as crianças, de reconhecimento do trabalho que os professores fazem nos Cmeis e do trabalho da Fundação de Meio Ambiente (FMA), nosso parceiro”, disse.


A coordenadora do projeto também elogiou o trabalho desenvolvido no Município no Viveiro de Mudas da FMA e que também dá suporte a seu projeto no terraquarium. “É um trabalho excepcional que precisa ser valorizado”.


O Viveiro Educador produz milhares de mudas por ano. Parte delas é direcionada para plantio em áreas verdes ou ações de preservação de nascentes da Capital. Enquanto outra parte fica à disponibilizada para doação a interessados. São concedidas para cada solicitante até dez mudas. Para solicitar, basta realizar o pedido diretamente à FMA ou no Resolve Palmas. Bastando apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de endereço. Com a autorização em mãos, o cidadão pode retirar as mudas no viveiro, que fica localizado no cruzamento da Avenida Teotônio Segurado com a LO–09.  Projetos de reflorestamento e projetos sociais também são atendidos, com maior quantidade de  mudas, mediante solicitação à FMA.