Atividade física e alimentação adequada previnem doenças

Secretaria Municipal da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 01 de agosto de 2022 às 14:23

Conforme especialista da Semus, além de proporcionar gasto calórico, o exercício físico contribui para a perda de gordura, ajuda a controlar a glicemia, a pressão arterial e o perfil lipídico

Para prevenir e combater diversas doenças, como a obesidade, a hipertensão, o diabetes tipo 2, artrites e apneia do sono, é indicado reduzir o índice de massa corporal. A afirmação é da nutricionista e especialista em Ciências da Saúde, Lúcia Gratão, que compõe a Coordenação Técnica de Doenças e Agravos Não Transmissíveis da Secretaria Municipal da Saúde de Palmas (Semus). O ideal, segundo a profissional, é que a pessoa faça a combinação entre prática de atividade física e uma alimentação adequada e saudável.

De acordo com a nutricionista, para que o emagrecimento aconteça de forma segura, é importante que a pessoa adote na sua rotina a prática regular de atividade física. Isso porque, segundo ela, além de proporcionar um gasto calórico, o que contribui para a perda de gordura, o exercício físico ajuda também ajuda a controlar a glicemia (nível de açúcar no sangue), a pressão arterial e o perfil lipídico (nível de colesterol e triglicérides), reduzindo o risco de diabetes, hipertensão, infarto, acidente vascular cerebral (AVC), entre outras enfermidades.

Para ajudar neste  processo de emagrecimento saudável, Lúcia Gratão, selecionou dicas simples que podem ser iniciadas traçando algumas metas. O primeiro passo, segundo ela, é elaborar algumas metas diárias, semanais e/ou mensais próprias para que a pessoa possa conseguir realizar mudanças concretas nos seus hábitos. “Dessa forma, a pessoa poderá se motivar a realizar mudanças de hábitos e comportamentos e alcançar mais saúde e disposição”, cita, lembrando que são pequenas metas pessoais que podem motivar na rotina diária.

Outro ponto importante é fazer o planejamento da alimentação, buscando comer bem e o que gosta. “A alimentação saudável é o ponto chave para emagrecer com saúde, diferentemente de dietas milagrosas que prometem emagrecer rápido com estratégias que podem colocar sua vida em risco”, alerta sugerindo a escolha por uma alimentação balanceada, rica em comida de verdade.

A profissional lembra que não basta parar de comer carboidratos, pois eles são importantes para o organismo. “Se atente às boas fontes de carboidratos como frutas, massas, arroz e farinha integrais, castanhas, aveia e vegetais e fuja dos alimentos ultraprocessados, aqueles com ingredientes industriais”, observa.

Outra orientação é optar pelo preparo de seus alimentos. “Tenha frutas, verduras e legumes da época na geladeira, pois são mais baratos, sem excluir aqueles alimentos que você gosta para não sofrer tanto com a dieta. Evite os alimentos ultraprocessados”, aconselha.

Redação: Semus/Palmas

Edição: Secom/Palmas