Autora do livro ‘A menina mágica’ dedica prêmios recebidos aos alunos da ETI Eurídice de Mello

Secretaria Municipal da Educação

Autor: Redação Semed/Palmas | Publicado em 29 de novembro de 2023 às 13:45

Servidora da biblioteca da instituição, escritora foi agraciada com os títulos de ‘Autora do ano’, ‘Melhor livro infantil’ e ‘Capa do ano’

Formada em letras - Português e respectivas literaturas, especialista em Contação de histórias, mediadora de leitura, especialista em palestra e oratória e agora escritora premiada com os títulos de ‘Autora do ano’, ‘Melhor livro infantil’ e ‘Capa do ano’. Essas são algumas das qualificações que identificam a servidora da biblioteca da Escola Municipal de tempo Integral (ETI) Eurídice Ferreira de Mello, localizada no Jardim Aureny III, Cleude Oliveira Guedes, que dedica prêmios recebidos por votos populares, aos alunos da instituição onde trabalha. A votação foi realizada online e escolheu os melhores escritores de vários estados brasileiros.

Natural de Ananás – Tocantins, Cleude Guedes é a idealizadora do ‘Projeto Cultural Estrela Estrelinha’, de incentivo à leitura, a escrita e a arte, desenvolvido na ETI desde 2019 e criadora de uma personagem chamada “Cléo, a menina mágica” em quem se fantasia para fazer apresentações infantis, de onde tirou inspiração para escrever o livro ‘A Menina Mágica’.

A obra conta de maneira infantilizada, a real história de superação da autora e que devolveu a ela a capacidade de “voltar a sonhar e lutar para realizar aquilo que acredita, inspirando assim, outras pessoas a não desistirem dos seus sonhos”, relata.

“Ser escritora é um grande desafio, que depende de muita determinação e persistência, porém, é uma conquista muito valiosa alcançar o reconhecimento de pessoas, não só da minha cidade, Palmas, mas também do Tocantins e de outros estados brasileiros. Dessa forma, sinto um imenso orgulho em poder incentivar crianças, jovens e adultos à leitura e à escrita, pois é só assim, com esses instrumentos, como o livro e o conhecimento, que podemos nos tornar cidadãos transformadores da nossa própria realidade de vida e da sociedade em que vivemos”, declara.


 

Texto: Semed

Edição: Secom