Boas práticas de gestão sustentável serão apresentadas por servidores da Prefeitura de Palmas no Soea

Fundação Municipal de Meio Ambiente

Autor: Fernanda Mendonça | Publicado em 16 de setembro de 2019 às 12:26

Sistema Municipal de Infraestrutura Verde e o sucesso obtido no Aterro Sanitário farão parte das apresentações desta terça-feira, 17  

Palmas sedia até quinta-feira, 19 de setembro, no Centro de Convenções Arnaud Rodrigues, em Palmas, a 76ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) e o Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia (Contecc). Durante os quatro dias de evento, que começou nesta segunda-feira, 16, serão tratados diversos assuntos de interesse geral do País em torno do tema ‘As Estratégias da Engenharia, da Agronomia e das Geociências para o Desenvolvimento Nacional’.

 

O evento também abrirá espaço para a regionalização em torno do desenvolvimento econômico e social do Tocantins. Será o momento para que os participantes conheçam mais sobre o cenário regional, avanços conquistados ao longo do ano e desafios para o presente e futuro.

 

A regionalização dos temas ocorrerá por meio de painéis. O primeiro deles discutirá a vida vegetal e animal com foco nos cuidados e proteção com o tema ‘Biomas do Estado do Tocantins – Monitorar para proteger e desenvolver’, que será promovido das 14 às 16 horas, desta terça-feira, 17. Este painel contará com a participação do engenheiro ambiental e superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama-TO), Wallace Rafael Lopes e da engenheira ambiental e presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA) de Palmas, Meire Carreira.

 

A presidente da FMA apresentará o Sistema Municipal de Infraestrutura Verde – SIsMIV, case inovador de política de planejamento urbano, que tem como um dos pilares a implantação e proteção de áreas verdes, corredores verdes, áreas de conservação, de forma a atender a população em todas as áreas do município.

 

Conforme Meire, de acordo com que está definido no SIsMIV, somadas as áreas definidas como Área Especiais de Relevante Interesse Ambiental que são as Áreas Verdes Urbanas, os Corredores Verdes, os Parques e Áreas Ambientalmente Protegidas, Palmas tem um índice de 295,6 m²  por habitante, superando a recomendação da Organização das Nações Unidas (ONU), que é de 12 metros por habitante. “Se formos considerar na totalidade do SIsMIV, temos 13%  do total de 2.218,9 quilômetros quadrados do município de Palmas, definidos dentro desse Sistema, com diferentes graduações de proteção”, explica a gestora ao declarar que para ela é uma honra participar do maior evento de engenharia e agronomia do País e poder levar um pouco das experiências locais de Palmas.

 

Outra importante contribuição feita por meio da Prefeitura de Palmas será durante o painel sobre saneamento básico que tratará do ‘Aterro Sanitário de Palmas’, o primeiro instalado no Tocantins que acumula bons índices no tratamento correto aos resíduos sólidos, sendo modelo para diversos municípios do Brasil. Recentemente passou a captar biogás para futuro aproveitamento energético, além de garantir maior segurança no local, já que o gás resultante da decomposição desses resíduos é altamente inflamável.

 

O painel ‘Aterro Sanitário de Palmas: Estudo de caso do primeiro aterro sanitário da região Norte com captação de biogás’ começa a partir das 16h30 e seguirá até as 18h30 com apresentação do engenheiro civil e responsável pelo local em Palmas, João Evangelista Marques Soares. Neste mesmo espaço o público presente conhecerá o resultado do ‘Diagnóstico do Manejo de Resíduos Sólidos nas principais Cidades Brasileiras’.

 

Sobre a importância que é para Palmas receber a Soea, Marques lembra que é o maior congresso técnico das engenharias com objetivo de discutir estratégias e soluções para o progresso do Brasil. “Pela sua grandiosidade temos que acolher da melhor forma possível os visitantes, seja na rede hoteleira, comércio e prestadores de serviços. Estamos felizes por receber em nossa casa, em 2019, uma Soea”, enaltece o engenheiro ao informar que no evento será lançado o livro ‘O que faço com meu lixo? Resíduos sólidos - da geração ao destino final, de sua autoria em parceria também com o economista e especialista em resíduos sólidos Antônio Adelúzio Gomes de Azevedo.

 

Mais informações sobre o evento devem ser consultadas por meio do site www.soea.org.br/.

 

 

Confira a programação de painéis com foco no Tocantins:

 

Dia 17 de setembro (terça-feira)



Sala 5

 

14h às 16h: Biomas do Estado do Tocantins – Monitorar para proteger e desenvolver;

16h30 às 18h30: Gestão Integrada de Recursos Hídricos no Estado do Tocantins.

 

Sala 2

 

16h30 às 18h30: Aterro Sanitário de Palmas - Estudo de caso do primeiro aterro sanitário da região Norte com captação de biogás

 

Sala 7

 

14h às 16h: Panorama da Piscicultura em Tocantins e Perspectivas da Tilapicultura em tanques-rede no Tocantins.

 

 

 

Edição e postagem: Iara Cruz