Boletim Coronavírus (Covid-19): Palmas soma mais 18 resultados positivos e chega a 124 casos confirmados; criança de cinco anos está internada

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 07 de maio de 2020 às 13:44

Os dados atualizados às 11 horas, desta quinta-feira, 07, pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde (COE Palmas Covid-19), informam também que Palmas somou 2.228 notificações de síndromes gripais, sendo descartados 810 casos

A Capital registrou mais 18 testes positivos do coronavírus (Covid-19), contabilizando agora 124 casos confirmados. Os dados atualizados às 11 horas, desta quinta-feira, 07, pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde (COE Palmas Covid-19), informam também que Palmas somou 2.228 notificações de síndromes gripais, sendo descartados 810 casos. Além disso, 32 pessoas são consideradas recuperadas.

 

Um dos casos confirmados nesta edição do Boletim Epidemiológico é de uma criança do sexo feminino com cinco anos de idade. A criança está internada em hospital particular, em leito clínico, e apresenta quadro estável de saúde, conforme boletim médico divulgado às 18 horas, de quarta-feira, dia 06. O modo de contaminação desse caso ainda está sendo investigado pela Vigilância Epidemiológica de Palmas.

 

Acesse o Boletim link



A evolução sobre a pandemia também pode ser acompanhada no Painel Epidemiológico de Palmas. Clique e acesse.



Perfil dos novos casos


 

As informações sobre gênero e as faixas etárias dos 18 novos casos confirmados são: uma criança do sexo feminino com cinco anos de idade; uma mulher e um  homem na faixa de 20 a 29 anos; três homens e uma mulher entre 30 e 39 anos; duas mulheres e dois homens entre 40 a 49 anos; quatro mulheres e dois homens entre 50 e 59 anos de idade. 

 


Estado de saúde

 


Dos 124 casos confirmados, 88 encontram-se em isolamento domiciliar e 32 estão recuperados. Duas pessoas estão internadas em Palmas, uma delas em serviço hospitalar público e a outra em hospital particular, sendo que ambas apresentam quadro estável de saúde,  segundo os boletins médicos divulgados na quarta-feira,06. A Capital registrou dois óbitos por Covid-19 até o momento.

 


Formas de contágio

 


Em relação à forma de contaminação, dos 124 casos positivos, 15 tiveram provável fonte de infecção na transmissão comunitária, seis contraíram o vírus no exterior,  25 em outros estados brasileiros, 55 foram infectados após contato com casos confirmados de Palmas e 15 estão em investigação epidemiológica. Há também oito pessoas que se contaminaram com casos positivos de outros municípios do Tocantins.

 


Cenário no Brasil

 


De acordo com o Ministério da Saúde, até as 18h50 horas de quarta-feira, dia 06, o Brasil somava 125.218 casos de Covid-19, chegando agora a 8.536 óbitos, revelando o índice de letalidade de 6,8% dos casos confirmados. Com o avanço da pandemia em Palmas e no país, medidas de distanciamento social, higiene e o uso de máscaras precisam ser reforçados ainda mais.

 


Máscaras em crianças

 


Durante a pandemia da Covid -19, a recomendação do Ministério da Saúde (MS) é  para o uso de máscaras de proteção facial, mas a orientação não inclui crianças menores de dois anos. O item, apesar de ser obrigatório no Município de Palmas, conforme prevê o Decreto nº 1.884/2020, não deve ser utilizado por pessoas que não consigam removê-lo sem assistência.

 


A médica pediatra que atua no Ambulatório de Atenção à Saúde (AMAS), Fernanda Felipe Camelo, explica os riscos ao utilizar máscaras de proteção em menores de dois anos. “As máscaras protetoras podem causar sufocamento e mesmo no tamanho adequado podem deixar a criança irritada o que  provavelmente aumenta a chance da mesma levar a mão ao olho e boca. Além de que, as crianças nessa faixa etária tendem a babar, fazendo com que a máscara fique úmida e não cumpra a função desejada e ainda aumentando o  risco de contágio se essa saliva estiver contaminada com o vírus”, ressaltou ela.

 


A pediatra conta que crianças menores de dois anos só devem sair de casa se houver extrema necessidade e, caso isso ocorra, a recomendação é que ela saia no carrinho ou bebê conforto e que esteja coberta por um tecido. Também é importante manter uma distância  mínima de até dois metros de outras pessoas. Continue lendo


 

Saiba Mais



Profissionais da saúde criam conteúdos interativos para manter idosos bem informados


 

Campanha Maio Amarelo será voltada aos profissionais que prestam serviços essenciais



Defesa Civil participa de reunião do Comitê do Fogo sobre a formação de aceiros na prevenção às queimadas