Boletim informa 18.902 casos suspeitos de dengue em Palmas do acumulado do ano

Secretaria Municipal da Saúde

Autor: Redação Semus/ Edição: Lorena Karlla | Publicado em 27 de junho de 2022 às 17:04

Do número de casos, foram confirmados 8.676 pacientes com a enfermidade

Em Palmas, foram registrados 18.902 casos suspeitos de dengue em Palmas, da primeira semana de janeiro deste ano até o dia 18 de junho. Os dados são do Monitoramento Semanal das Arboviroses da Secretaria Municipal da Saúde (Semus), que também informa, no mesmo período, 4.105 casos suspeitos de chikungunya, 632 de zika vírus e seis de febre amarela. 

O monitoramento aponta que, de 1º de janeiro até 18 de junho, dos casos notificados foram confirmados 8.676 pacientes com dengue e 1.270 com chikungunya. Não há confirmação de zika vírus e febre amarela na Capital no período. Os dados são parciais e estão sujeitos a alterações. 
 
Na última semana epidemiológica, de 12 a 18 de junho, foram notificados como suspeitos 537 casos de dengue, 271 casos de chikungunya e 52 de zika. Não há suspeitos para febre amarela. Na semana anterior, de 05 a 06 de junho, a Capital teve 703 casos suspeitos de dengue, 269 de chikungunya e 48 para zika. Assim como na última semana, não houve suspeitas de febre amarela.

Ano passado

Em relação ao mesmo período em 2021, a Capital investigava 1.213 casos de dengue, 119 de chikungunya, 105 de zika vírus e seis de febre amarela, sendo que foram confirmados 620 casos de dengue, 12 de chikungunya e sete de zika vírus. Não houve confirmação para as suspeitas de febre amarela.

Mais informações podem ser conferidas no boletim semanal das arboviroses. 

 

Texto: Redação Semus/ Edição: Lorena Karlla - Redação Secom