Bolsa Família: prazo para acompanhamento de saúde dos beneficiários da Capital termina em junho

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 12 de maio de 2021 às 10:30

Para não ter o cadastro suspenso ou bloqueado, os beneficiários devem realizar o acompanhamento em USF de Palmas

Beneficiários do Programa Bolsa Família na Capital, que ainda não fizeram avaliação de saúde, têm até o final de junho para procurar uma Unidade de Saúde da Família (USF). Em Palmas, 22.033 pessoas recebem o auxílio do Programa, mas até o momento, apenas 28,94% deste público passou pela avaliação de saúde, que é um pré-requisito para o receber benefício. Para não ter o cadastro suspenso ou bloqueado, os beneficiários devem realizar o acompanhamento de saúde.

O procedimento é necessário para crianças de zero a sete anos, gestantes e mulheres de 14 a 44 anos inscritas no benefício. A avaliação é feita duas vezes por ano, e neste primeiro semestre, o prazo se estende até o dia 14 de junho.

A coordenadora dos Programas Estratégicos de Saúde na Atenção Primária, Thallyne dos Santos, explica que durante o acompanhamento os profissionais de saúde observam a periodicidade das consultas de pré-natal, cumprimento do calendário vacinal e o estado nutricional. “Os beneficiários podem procurar uma unidade de saúde mais próxima de casa, levando o cartão do Programa Bolsa Família, caderneta de vacina e de gestante, se for o caso, para a avaliação”, disse ela, explicando que caso o beneficiário mude de endereço é preciso atualizar o cadastro em um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), Ela lembra que os acompanhamentos irão acontecer de forma escalonada, para que não gerem aglomeração.