Campanha ‘Agosto Lilás’ será marcada por ações de conscientização sobre o combate à violência contra a mulher

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Eliene Campelo/ Edição: Lorena Karlla | Publicado em 02 de agosto de 2021 às 18:20

Os servidores municipais irão receber materiais informativos e visitas de equipes do Centro de Referência de Atendimento da Mulher Flor de Lis

O mês de agosto será marcado por ações preventivas da campanha ‘Agosto Lilás’, que tem o objetivo de sensibilizar a sociedade para o combate à violência contra a mulher. A programação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes) conta com distribuição de panfletos em secretarias municipais e feiras cobertas da cidade. A primeira ação será realizada nesta terça-feira, 03, às 17 horas, no Espaço Popular Mário Bezerra Cavalcante (Feira Coberta da 304 Sul).

 

A campanha Agosto Lilás também contará com mobilizações nas redes sociais e canais oficiais da Prefeitura de Palmas. A ação é coordenada pela equipe da Superintendência de Políticas e Controle Social, por meio do Centro de Referência de Atendimento da Mulher Flor de Lis.

 

No dia 10 de agosto os servidores da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social irão receber os kit’s do Agosto Lilás, já no dia 17 será visitado o prédio da Secretaria de Infraestrutura. No dia 24, as pastas localizadas no Paço Municipal (Avenida JK) receberão a equipe do Centro Flor de Lis e, no dia 28 será a vez dos servidores da Secretaria de Saúde de Palmas receberem o kit de conscientização.

 

Agosto Lilás

 

O ‘Agosto Lilás’ é uma campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher realizada anualmente em todo o Brasil. A meta é intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha e a conscientização da comunidade sobre a necessidade de pôr fim a todos os tipos de violência contra a mulher.

 

Em 2021 a Lei Maria da Penha completa 15 anos de existência. A lei foi sancionada no dia 7 de agosto de 2006 com o objetivo de garantir a punição aos agressores, visando ainda proteger mães e filhos vítimas de violências domésticas.