Coleta urbana: 66 mil toneladas de resíduos são recolhidas de janeiro a setembro deste ano

Secretaria da Saúde

Autor: Juliana Matos | Publicado em 26 de outubro de 2020 às 14:36

Para atendimento ao cidadão, Seisp recebe dúvidas e reclamações sobre o serviço por telefone

De janeiro a setembro de 2020, 66 mil toneladas de lixo doméstico foram recolhidas de quadras, bairros e distritos de Palmas, montante apenas 4,7% maior que o volume coletado no mesmo período do ano passado (62.987 toneladas). Considerando todo o ano de 2019, foram recolhidas 87.712 toneladas de resíduos domésticos.

O comparativo de balanço parcial indica que o serviço de coleta de resíduos domésticos conseguiu manter sua programação de atendimento à população de Palmas mesmo em meio a uma pandemia, incluindo o atendimento de bairros novos como o Jardim Vitória I, já atendido pela coleta desde agosto deste ano. Para garantir a continuidade do serviço, foi adotado um plano de prevenção à Covid-19 por garis e motoristas.

A programação rotineira de coleta de áreas residenciais, comerciais e distritos de Palmas, prestada por empresa especializada, é supervisionada pela Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp). Para tirar dúvidas sobre o atendimento a sua rua e para colaborar com aprimoramento do serviço e correção de falhas, a Seisp recebe ligações da comunidade pelo telefone (63) 3212-7426, das 13 às 19 horas, de segunda a sexta-feira.  Qualquer morador ou comerciante pode ligar e fazer uma sugestão ou reclamação.

Segundo a Seisp, todo os resíduos recolhidos são encaminhados para o aterro sanitário da Capital. Vale lembrar que o aterro de Palmas é um modelo de referência, inclusive para outros estados, sobre estrutura de engenharia para destinação final de resíduos pensada para prevenção e controle de poluição ambiental.