Comunidade aprova mudança e busca atendimento noturno no CSC Albertino Santos na Arse 101

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 18 de junho de 2019 às 10:27

Consultas médicas e atendimentos odontológicos seguem até às 21 horas

O primeiro dia do horário noturno no Centro de Saúde da Comunidade Albertino Santos, na Arse 101, nesta segunda-feira, 17, foi de realização de atendimento de enfermagem, consultas médicas e procedimentos odontológicos. A Capital foi um dos primeiros municípios do Brasil a fazer a adesão ao programa do Governo Federal ‘Saúde na Hora’, que estende o horário de atendimento até às 21 horas.

 

A ampliação de horário ajudou a dona de casa Valdeide Monteiro, de 55 anos, que veio acompanhada do filho Anderson Monteiro, 22 anos. Os dois procuraram o CSC pela manhã para uma consulta de demanda espontânea e já marcaram atendimento no mesmo dia para o período noturno. “Facilitou muito para quem estuda e trabalha durante o dia e só tem esse horário para vir, acredito que vai ser bom para todo mundo que precisa do serviço”, destacou Anderson.

 

A técnica de enfermagem Marinelia Nascimento, 28 anos, que precisava de atendimento odontológico também aproveitou a mudança do horário para realizar um procedimento. “Antes, tinha que esperar um pouco mais, sem contar que, às vezes, ainda era preciso faltar ao trabalho para vir à unidade. Agora ficou tudo mais fácil e acessível”, afirmou.

 

Durante a semana as equipes de agentes de saúde da comunidade fizeram um trabalho de divulgação nas residências e em grupos de redes sociais das quadras atendidas sobre o novo horário para atendimento. “Inicialmente estamos fazendo agendamento, mas também temos vagas para demanda espontânea para quem precisa de atendimento imediato”, explicou a coordenadora da unidade, Domiciana Parente.

 

“Nós resolvemos ampliar as atividades até às 21 horas, porque o projeto do Governo Federal era de estender o atendimento até às 19 horas, mas como sabemos que a maioria sai do trabalho às 18 horas, o Município está se responsabilizando em oferecer esse atendimento até um pouco mais tarde”, destacou o secretário de Saúde de Palmas, Daniel Borini.

 

O Programa

 

A unidade foi escolhida como piloto para a implantação do programa federal ‘Saúde na Hora’ que prevê o horário estendido nas unidades de saúde que tenham no mínimo três equipes de saúde da família. Na prática, o horário de funcionamento do CSC Albertino passa a ser das 7 às 21 horas, de segunda à sexta.

 

O Programa ‘Saúde na Hora’ tem como objetivo ampliar o acesso aos serviços de Atenção Primária à Saúde por meio do funcionamento das unidades de saúde em horário estendido, proporcionando maior acesso dos usuários aos atendimentos.

 

 

Revisão e postagem: Iara Cruz