Coronavírus: atendimentos odontológicos eletivos são suspenso nas unidades públicas de saúde

Secretaria da Saúde

Autor: Wédila Jácome | Publicado em 17 de março de 2020 às 12:32

Atendimento continuam exclusivamente nos casos de urgência e emergência

Objetivando conter a pandemia causada pelo coronavírus (Covid-19) os serviços de odontologia em todas as unidades do município serão somente nos casos de urgência e emergência. A determinação suspende os atendimentos eletivos temporariamente como forma de proteção do profissional e da população devido ao grau de exposição, assim como os atendimentos no Centro de Especialidades Odontológicas, onde os serviços são eletivos, também foram suspensos.

 

A suspensão leva em consideração o Decreto Municipal n° 1856 publicado no último sábado, 14, que declara situação de emergência em saúde pública no Município de Palmas e a recomendação expedida pelo Conselho Federal de Odontologia em relação a suspensão dos atendimentos odontológicos que não sejam comprovadamente de urgência e emergência.

 

Os profissionais das unidades de saúde permanecerão em seus respectivos locais de trabalho para que possam atender os casos de urgência e emergência. Já no Centro de Especialidades Odontológicas permanecem a coordenação e servidores administrativos para orientar a população. O ofício expedido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus) explica que essas determinações poderão ser revistas a qualquer momento, considerando às orientações do Ministério da Saúde e mudanças no cenário epidemiológico municipal.

 

O secretário Municipal da Saúde Daniel Borini, explica que a propagação do vírus só poderá ser contida com medidas restritivas e pede a compreensão da população e dos profissionais. "Esse é um momento delicado de proporção mundial. E os profissionais de odontologia ficam muito expostos, até mais que outros profissionais de saúde, uma vez que trabalha diretamente com saliva, com contato direto, próximo e prolongado entre o paciente".