Coronavírus: Pessoas que chegam de países monitorados só precisam procurar serviços de saúde com sinais ou sintomas da doença

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 11 de março de 2020 às 16:07

Centros de Saúde da Comunidade e UPAs estão preparados para atender e orientar pacientes com suspeita

 

O alerta mundial por causa do novo coronavírus (COVID-19) tem levado muitas pessoas a procurarem os serviços públicos de saúde sem a real necessidade. Isso está ocorrendo em diversos municípios brasileiros, incluindo a Capital Palmas.

 

A Secretaria Municipal da Saúde (Semus) orienta às pessoas que chegam de viagem dos países monitorados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a procurarem as unidades de saúde somente se estiverem com algum sinal ou sintoma da doença. Os sinais e sintomas são febre, calafrios, dor de cabeça, mal-estar, dores no corpo, podendo apresentar diarreia, tosse ou secreção nasal.

 

A diretora de Vigilância em Saúde da Semus, Marta Malheiros, detalha que os viajantes oriundos dos locais monitorados com sintomas sem gravidade podem procurar o Centro de Saúde da Comunidade mais próximo da residência. “Só é necessário ir para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) se o paciente apresentar sintomas, doenças preexistentes ou urgência”, explica.