Nas sete unidades dos Cras da Capital técnicos realizam atividades voltadas ao bem-estar e socialização

Secretaria Municipal de Políticas Sociais e Igualdade Racial

Autor: Redação Sedes | Publicado em 20 de setembro de 2023 às 09:13

‘Você não está sozinho’ é tema de palestra no Cras Karajá II nesta quinta, 21; no Karajá I tem atividade sobre envelhecimento saudável; e o percurso ‘Saúde e Bem-Estar na Terceira Idade’ ocorre no Cras Krahô; em Taquaruçu a programação é na segunda, 25

A temática do Setembro Amarelo - mês de conscientização contra o suícidio será abordada em atividades dos Centros de Referência em Assistência Social - Cras Karajá I, no Jardim Aureny III; no Cras Karajá II, no setor Santa Barbará e no Cras Krahô, na Arse 131 (1304 Sul). Os Cras são equipamentos da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) voltados ao atendimento da comunidade. 

O Cras Karajá II tem palestra aberta a toda comunidade sobre o tema do Setembro Amarelo, a partir das 15 horas. O tema específico é ‘Você não está sozinho’.

No vizinho, Cras Karajá I, onde participam cerca de 30 idosos, a programação desta quinta, 21, das 8h30 às 9h30 é voltada ao envelhecimento saudável, e ao autocuidado, além dos hábitos de vida saudável. 

 

Idosos

Já o Cras Krahô, localizado na Arse 131 (1304 Sul), promove, junto aos frequentadores do Grupo de Idosos do Serviço de Convivência e Fortalecimentos de Vínculos (SCVFV), atividades do percurso ‘Saúde e Bem-Estar na Terceira Idade’, na quinta-feira, 21, às 8 horas, contando com a parceria da Universidade Ceulp/Ulbra.   

A temática do Setembro Amarelo, por sua vez, será abordada no Cras em ação que ocorre nesta sexta, 22, no período da manhã, das 9h30 às 10h30; e no período da tarde, das 14h30 às 15h30.

Na próxima segunda-feira, 25, o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Taquaruçu realiza às 15 horas, palestra aberta para toda a comunidade com a psicóloga da unidade, acompanhada do grupo de Brigadistas de Taquaruçu sobre o tema 'Setembro Amarelo'.

 

Acesso

Para participar dos grupos dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCVFV) dos Cras basta procurar o equipamento mais próximo da residência do cidadão interessado.