Cras Santa Bárbara proporciona vivências para o alcance da autonomia e protagonismo social das crianças

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Redação Sedes | Publicado em 04 de outubro de 2019 às 09:11

Encontro realizado nessa quinta-feira, 03, teve como foco crianças de seis anos de idade

Refletir sobre a importância da escola e o analfabetismo na vida das crianças foi a temática debatida nessa quinta-feira, 03, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Santa Bárbara, dentro do percurso ‘Sobrevivência’, cujo objetivo é desenvolver atividades lúdicas com as crianças, conforme entendimento do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do Cras.

 

O percurso é composto por encontros e ações quinzenais dentro do SCVF do Cras Santa Bárbara, que trabalha com crianças de seis anos de idade, com o objetivo de construção da autonomia, e noção sobre as escolhas para o futuro. Já foram realizadas rodas de conversa com as crianças sobre vários assuntos como as políticas públicas voltadas para os jovens, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

 

Os encontros têm atendido uma média de 30 participantes e estão sendo ministrados pela pedagoga Marisa Reis, técnica de referência do Cras Santa Bárbara. Conforme a pedagoga, o percurso deve proporcionar vivência para o alcance da autonomia e protagonismo social, além de assegurar espaço de referência para o convivo comunitário social e o desenvolvimento de relações afetivas na sociedade, solidariedade e respeito mútuo dos participantes.

 

Para os próximos encontros do percurso ‘Sobrevivência’, os temas a serem debatidos são: saúde e higiene (10/10), bulling (06 /11), mapa das drogas (20/11), meio ambiente (04/12), sobrevivência (11/12), agenda de direitos (18/12) e jogo da minha vida (20/12), encerrando o percurso.