Desfile cívico-militar resgata história de Palmas e leva para avenida show de talentos, beleza e alegria

Secretaria Municipal da Educação

Autor: Redação Semed / Edição: Denis Rocha | Publicado em 21 de maio de 2024 às 06:39

Tema centralb também retrata diversidade cultural da cidade

Um show de história, talentos, beleza, cores e muita alegria foi conferido pelos palmenses no desfile cívico-militar alusivo ao aniversário de Palmas, realizado na noite desta segunda-feira, 20 de maio. O desfile teve como tema central o resgate histórico da Capital mais jovem do país, e a diversidade cultural de um povo que veio de várias partes do Brasil. Além das unidades educacionais do município, com cerca de dois mil alunos da rede municipal, diversas apresentações ajudaram a contar essa história de maneira leve e emocionante. Dentre as atrações uma versão mirim da prefeita Cinthia Ribeiro chamou a atenção e esbanjou simpatia e carisma ao público presente.

 

Galeria de fotos

 

Antes das apresentações, a prefeita de Palmas Cinthia Ribeiro, acompanhada do vice-governador Laurez Moreira, do Comandante do 22º Batalhão de Infantaria, Coronel Edmur Benites Ramos e do Capitão dos Portos do Araguaia-Tocantins, Capitão de Fragatas Guilherme Chagas, fez a tradicional revista às tropas, em viatura do exército brasileiro, denominada Marruá. 

Em seguida, a Escola Municipal Crispim Pereira Alencar, localizada no distrito de Taquaruçu iniciou o desfile trazendo em seu enredo os festivais de Taquaruçu, as quebradeiras de coco, o turismo, o projeto ‘Veredas’ e a viola de buriti. A evolução da educação do campo foi contada e cantada por alunos da Escola Municipal de Tempo Integral (ETI) Fidêncio Bogo que ressaltaram a importância da cultura - coral de libras - e da agroecologia, de forma consciente, preservando a natureza. A ETI Luiz Nunes de Oliveira trouxe para a avenida a história dos professores, tendo como protagonistas os mestres que ajudaram a construir a unidade. A ETI Cora Coralina, trouxe um ‘Jardim gracioso de talentos’, num trenzinho cheio de magia com fadas e flores de todas as cores, representados pelos pequeninos da escola. ETI Padre Josimo falou sobre os imigrantes nordestinos, destacando sua força e sua contribuição na construção de Palmas. As ETI’s Anísio Teixeira e Eurídice Ferreira de Mello tiveram como tema a educação integral como forma de desenvolvimento humano e a evolução dos resultados do Sistema de Avaliação de Educação Básica (Saeb) de Palmas, respectivamente. A ETI Almirante Tamandaré finalizou o desfile das unidades da rede com chave de ouro e emocionou os presentes com a canção de amor a Palmas, cantada pela fanfarra da escola.

O secretário municipal da Educação, professor Fábio Chaves, declarou estar feliz em conduzir uma pasta com a grandeza da educação municipal. “São 35 anos, uma época e um tempo que a gente pode dizer que a cidade já alcançou sua maturidade. É uma consolidação de muita luta, de muita perseverança e desafios. Palmas abriga pessoas vindas de todo lugar do Brasil e a educação é a representatividade de tudo isso. Para o desfile deste ano a gente buscou justamente retratar isso, um pouco das histórias que as pessoas trouxeram de suas origens e ressignificaram a nossa cidade, transformando isso em práticas de comunidade, de verdade”, pontua o gestor, lembrando que houve o cuidado de representar todas as regiões da capital. 

Prestigiando o filho Isac Gustavo Milhomem Alonso, que estuda o 6º ano na ETI Almirante Tamandaré, a analista de Recursos Humanos, Suzan Milhomem Alonso, disse estar emocionada com a organização do desfile. “Eu fico muito feliz de ver o meu filho participando desse desfile cívico. Moro em Palmas desde 1991 e eu vejo o quanto Palmas cresceu. Ver o meu filho numa escola tão importante e prestigiada desfilando no aniversário de 35 anos dessa cidade maravilhosa, é uma emoção muito grande”, comemora.

Maria Luiza de Paula Silva, está cursando o 8º ano na ETI Fidêncio Bogo e não esconde a alegria de participar da história de Palmas. Ela conta que é a primeira vez que participa de um desfile e guardará boas memórias desse momento. “Para mim é uma experiência nova, mostrar o que a nossa escola faz, porque muitas pessoas não conhecem, especialmente por ser uma escola da zona rural, então estar aqui representando, é algo muito importante para mim, também é importante conhecer mais sobre outras escolas, sobre o cuidado que a Prefeitura de Palmas tem com os alunos, com a diversidade de escolas e cultura”, afirma. 

Dentre as milhares de pessoas que prestigiaram o desfile de aniversário da Capital, a costureira Maria da Conceição Rodrigues teve um motivo a mais para estar presente nessa festa. De acordo com ela, foram meses de trabalho e emoção de participar ativamente das comemorações dos 35 anos da cidade. Maria da Conceição Rodrigues costurou diversos uniformes de gala, tanto para escolas municipais quanto para as estaduais. “Desde janeiro que estamos confeccionando uniformes de gala para esta data e o meu sentimento é de gratidão. As angústias que a gente passa para entregar um trabalho de qualidade desaparece quando a gente vê os meninos vestidos nessa farda linda, então a gente fica feliz. É gratificante testemunhar o empenho de cada pai e cada mãe em proporcionar isso a seus filhos, eles não mediram esforços para este momento. Eu fico emocionada de ver minha arte contribuindo com esse momento especial de Palmas, e isso me deixa feliz”, declara. 

O desfile contou ainda com a participação de alunos da rede estadual de ensino, do Programa de Segurança Preventiva da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), e de projetos como a Ordem Demoley, Ordem Internacional do Arco-íris para Meninas, Clube dos Desbravadores Águia Dourada, fiscais de trânsito da Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu), e instituições de forças de segurança como a Guarda Metropolitana de Palmas, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Exército Brasileiro, Marinha do Brasil, Polícia Rodoviária Federal, entre outras.

 

Texto: Redação Semed

Edição: Denis Rocha/Secom