Em Palmas, Dia da Pessoa Idosa é comemorado com aulão de dança e entrega de ônibus

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Wédila Jácome | Publicado em 01 de outubro de 2019 às 12:17

Durante a celebração, a prefeita Cinthia Ribeiro fez a entrega de um ônibus à Sedes, que será usado preferencialmente para as atividades com os idosos

A disposição dos idosos dá aula em muitos jovens, e para comemorar o Dia Internacional e Nacional da Pessoa Idosa nada melhor que um aulão de dança para movimentar a manhã chuvosa desta terça-feira, 1º de outubro, no Parque da Pessoa Idosa. A festividade começou ao som de muito forró com a banda de sanfoneiros da Escola Municipal Beatriz Rodrigues.

 

Durante a celebração, a prefeita Cinthia Ribeiro fez a entrega de um ônibus à Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), que será usado preferencialmente para as atividades com os idosos. “É uma alegria começar minha agenda de trabalho com essas pessoas da melhor idade. E esta cidade mais jovem do País está dando aula para as demais cidades em como cuidar das pessoas da melhor idade”.

 

A prefeita ainda destacou a importância de parcerias para o desenvolvimento da cidade. “É muito bom desenvolver nossos projetos com parcerias, pois quem é beneficiado é o povo. Por isso, agradeço a deputada federal Dulce Miranda pela emenda parlamentar e com a contrapartida do Município, hoje, podemos entregar esse ônibus que será utilizado nas atividades com os nossos idosos”.

 

O ônibus com ar-condicionado e equipamentos de acessibilidade para quem tem dificuldades de locomoção será destinado às atividades da Sedes, e a secretária da pasta, Valquíria Rezende, explica que será utilizado preferencialmente com os idosos. “Esse ônibus usaremos preferencialmente com os idosos na finalização de projetos, a exemplo de interação do convívio familiar, com passeios em família a algum local da cidade no final do projeto”.

 

Lauro Guimarães, de 76 anos, que frequenta o Parque da Pessoa Idosa desde 2016, pelo menos três vezes na semana, era o mais animado na festa e fez até questão de dançar com a prefeita. “Envelhecer com saúde é viver de novo. E por onde passo, dou aula para esses velhos sedentários. Eu venho aqui quase todos os dias, duas vezes ao dia, e venho a pé. Amo dançar e fazer amigos aqui”, completou.

 

Mesmos com pouca visão, não faltou animação para Maria José Noleto, de 71 anos, para curtir o aulão de dança. “Amo tudo aqui, gosto de capoeira, ginástica, das palestras. Aqui é como se fosse minha família, eu amo essa cidade que tão bem me acolheu”.

 



Edição: Iara Cruz