Enfermeiros da Semus são capacitados para aplicarem teste para detecção da tuberculose

Secretaria Municipal da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 23 de agosto de 2022 às 15:12

Formação faz parte do planejamento de Educação Permanente para diagnóstico da doença na Capital

Enfermeiros da rede de saúde de Palmas participam nesta semana, no auditório da Secretaria Municipal da Saúde (Semus), da capacitação para padronização da técnica de aplicação e leitura do teste tuberculínico (PPD), para detecção da tuberculose. Ministrado  pelas enfermeiras da área técnica da tuberculose da Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO), o curso vai até sexta-feira, 26, e integra o planejamento de Educação Permanente da Fundação Escola de Saúde Pública (Fesp). 

Segundo o coordenador técnico da Tuberculose da Semus, Pedro Paulo dos Santos Oliveira, o objetivo é qualificar estes profissionais para serem aplicadores e multiplicadores do exame na Capital. 

A enfermeira e analista técnica de tuberculose da Semus e agora multiplicadora do PPD, Marli Pimentel, explica que o planejamento é repassar esses conhecimentos para os demais enfermeiros da rede e conseguir acesso facilitado em todas as unidades de saúde para que em cada uma seja aplicado o teste. 

Sobre a importância da capacitação, a facilitadora e enfermeira da área técnica da tuberculose SES-TO, Patrícia Moreira, ressaltou que a doença é estigmatizada e de difícil diagnóstico. Segundo ela, o teste PPD é um auxiliar de investigação e uma forma de descobrir os contatos mais cedo, dos casos assintomáticos. 

 

Outra qualificação

Nesta quarta-feira, 24, cerca de 30 profissionais de medicina, enfermagem e fisioterapia da rede municipal participarão da formação de Hansenologia no auditório da Semus, em horário comercial. Desenvolvido pela Semus em parceria com a Fesp, o curso será ministrado até sexta-feira, 26. 

 

Texto: Redação Semus

Edição: Secom