Enfermeiros obstetras participam de curso sobre Planejamento Reprodutivo

Fundação Escola de Saúde Pública

Autor: Redação Fesp | Publicado em 29 de agosto de 2019 às 12:30

Curso é uma iniciativa do projeto Apice On e conta com diversos parceiros, como a Prefeitura de Palmas

Enfermeiros da Atenção Primária e enfermeiros obstetras de Palmas e de municípios do interior do Tocantins participam nesta quinta e sexta, 29 e 30, na Capital, de curso sobre Planejamento Reprodutivo que tem por objetivo auxiliar mulheres quanto ao uso de métodos contraceptivos.

 

O curso é uma iniciativa do projeto Apice On que tem como parceiros o Ministério da Saúde, as secretarias Estadual e Municipal de Saúde (Sesau e Semus) e a Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas (Fesp).

 

“Dentro do projeto Apice On, a gente tem a formação de vários profissionais, aqui a gente está fazendo uma formação de enfermeiros obstetras e enfermeiros que atuam na Atenção Primária, e é para fomentar realmente essa qualificação de manejo de habilidades, de desenvolvimento de habilidades para procedimentos relacionados ao planejamento reprodutivo”, ressalta o diretor de Integração Multiprofissional do Hospital e Maternidade Dona Regina, Alessandro Pantoja.

 

Pantoja avalia que as orientações ao planejamento reprodutivo devem ser feitas em todas as esferas de atendimento em saúde. “Porque a gente entende que a oferta dos serviços deve ser feita em todos os níveis de atenção. O importante é que a mulher tenha acesso ao planejamento reprodutivo com qualidade, na atenção primária, na atenção secundária ambulatorial e em nível hospitalar também. E a gente espera que essas pessoas que estão sendo capacitadas possam colocar em prática no seu dia a dia os conhecimentos aqui adquiridos”, complementa.

 

As questões que envolvem as políticas públicas voltadas ao planejamento reprodutivo foram abordadas pela enfermeira especialista em Enfermagem Obstétrica e Enfermagem em Cuidado Pré-Natal do Hospital Sofia Feldman, de Belo Horizonte (MG), Síntia Nascimento dos Reis.

  

A enfermeira Marissa de Jesus Pereira, que atua no Centro de Saúde da Comunidade do Jardim Aureny II, falou da importância do conhecimento para ajudar as mulheres no planejamento familiar. “O principal objetivo é ajudar essa mulher no planejamento reprodutivo e essa capacitação vai ajudar com que tenhamos mais elementos para que ela tenha esse acesso tanto na rede hospitalar quanto nas unidades”, pontuou.