Enquanto prepara a entrega do Residencial Porto Real, Habitação de Palmas analisa dossiês de pré-selecionados para Jardim Vitória II

Secretaria de Habitação

Autor: Juliana Matos/ Edição: Lorena Karlla | Publicado em 23 de julho de 2021 às 16:27

Política de habitação é considerada prioritária pela gestão, que prepara para 2021 entrega de três empreendimentos

Concomitante ao processo de seleção e entrega das 144 unidades do Residencial Porto Real, cuja assinatura de termo de posse de moradia pelas famílias pré-selecionadas acontece nesta sexta-feira, 23, a Prefeitura de Palmas, através da Secretaria Municipal da Habitação, está realizando a análise de documentação dos pré-selecionados para o empreendimento Jardim Vitória II.

 

No Jardim Vitória II serão entregues 500 moradias e, segundo o secretário municipal da Habitação, Fábio Frantz, já estão sendo analisadas as documentações de 950 famílias pré-selecionadas por sorteio. "A Comissão de Seleção e a Caixa vêm analisando a documentação para ter a garantia da entrega das 500 unidades a famílias que realmente se enquadram nos critérios exigidos. Nos casos de pendências e reprovações nossa equipe vem entrando em contato com as famílias para apresentarem contestação. Já tivemos mais de 400 atendimentos de retorno para sanar pendências ou reenquadramento de parte dessas famílias".

 

Todos os pré-selecionados devem ficar atentos às novas convocações no Portal da Prefeitura e também a possível novo contato pelo telefone informado pelo titular do cadastro. "Se nossa equipe ainda não entrou em contato, ou sua documentação está aprovada ou ainda está em análise", completou.

 

Desde 2018, a Prefeitura de Palmas já entregou moradia a 2.680 a famílias palmenses. As últimas entregas foram as 240 unidades do Residencial Santo Amaro em maio de 2021, o Jardim Vitória I (500 unidades) em agosto de 2020 e o Recanto das Araras II (500 unidades), em dezembro de 2020. A previsão é de que 728 moradias sejam entregues, até o fim deste ano, além do Residencial Porto Real (144 unidades), o Jardim Vitória II (500 unidades) e Recanto da Ilha (124 unidades habitacionais).

 

Prioridade da gestão

 

Todo esse trabalho é desenvolvido por equipe própria do Município, com a colaboração de parceiros como a Caixa, a fim de garantir, mesmo em meio a uma pandemia, o andamento de projetos habitacionais. "Nossas ações não foram afetadas em momento nenhum pela pandemia. Isso demonstra o esforço da gestão para dar prosseguimento a uma política prioritária, seguindo protocolos de segurança, com foco no atendimento de grande necessidade das famílias que aguardam a tão sonhada casa própria", enfatizou o secretário Fábio Frantz.

 

Empreendimentos

 

Nesta sexta-feira, 23, as famílias pré-selecionadas para o Residencial Porto Real comparecem ao Parque da Pessoa Idosa Francisco Xavier, em Palmas, para assinatura do termo de posse das unidades no Residencial Porto Real para as quais foram selecionadas. A previsão é de que a entrega dos imóveis aconteça ainda neste mês de julho de 2021.

 

Sobre o Jardim Vitória II, tão logo sejam concluídas as análises em andamento e cumpridos os prazos de ‘contraditório e ampla defesa’, o Município divulgará a data de entrega do empreendimento. Já o Residencial Recanto da Ilha, na Arse 131 (1304 Sul), segue na etapa de aprovação de documentação.