Fesp encerra mais uma etapa do curso ‘Ações de Controle em Hanseníase’, nesta sexta, 1º

Fundação Escola de Saúde Pública

Autor: Redação Fesp | Publicado em 30 de setembro de 2021 às 13:06

Curso é ofertado a todos os profissionais da saúde via parceria entre a Fundação Escola de Saúde Pública e a Semus

Aprimorar os conhecimentos em diagnóstico, controle e tratamento da hanseníase é o objetivo do curso ‘Ações de Controle em Hanseníase’, ofertado pela Prefeitura de Palmas a residentes e profissionais de Saúde da rede municipal. A quarta turma de 2021 será encerrada nesta sexta-feira, 1º, no auditório do Instituto 20 de Maio (IVM), onde está sendo realizada a capacitação por meio de uma parceria entre a Fundação Escola de Saúde Pública (Fesp) e a Secretaria da Saúde (Semus).

De acordo com a fisioterapeuta do Ambulatório Municipal de Atenção à Saúde Dr. Eduardo Medrado (Amas), Flávia Medina, que está ministrando o curso, o foco do último dia da ação será a ‘Vigilância do Agravo’, onde os alunos irão aprender mais sobre como usar os sistemas de notificação do Sistema Único de Saúde (SUS), o municipal NotificaSUS e o do governo federal, o  Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan).

Nesta quinta-feira, 30, os 25 profissionais de saúde que fazem parte da turma, aprofundam seus conhecimentos em ‘avaliação neurológica e prevenção de incapacidades em hanseníase’, na aula teórico-prática. A fisioterapeuta da Unidade da Saúde da Família (USF) José Hermes, Wanessa Mendes, considera essencial passar pela prática durante o curso. “É importante realizarmos o teste aqui na aula para ter uma noção da sensação do paciente durante o atendimento”, pontuou.

Curso

A Fesp oferta o curso anualmente para capacitação dos servidores da rede municipal da saúde de Palmas que oferece atendimento para portadores de hanseníase desde o diagnóstico até tratamento completo em todas as 34 Unidades de Saúde da Família.

A doença

A hanseníase é uma doença infecciosa crônica que pode provocar lesões na pele e danos nos nervos, causada pela bactéria Mycobatcerium leprae. Os sintomas são manchas claras ou avermelhadas na pele, com diminuição da sensibilidade, dormência e sensação de fraqueza nas mãos e nos pés.