Fesp forma a quarta turma de médicos da família e comunidade

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 25 de fevereiro de 2019 às 09:24

Nova turma de residentes terá início no dia 21 de março

A noite foi de diplomação para os 15 novos médicos da família e comunidade formados pela Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas (Fesp). A cerimônia de formatura aconteceu na Universidade Federal do Tocantins (UFT), na noite dessa sexta-feira, 22, no Centro Universitário Integrado de Cultura, Ciência e Arte da UFT (Cuica/UFT), em Palmas.

 

A nova médica de saúde de família e comunidade Sarah Praxedes comemorou a oportunidade e pretende continuar atuando na atenção básica. "A gente acaba aprendendo ao longo da residência como lidar com situações do dia a dia da unidade básica, como conduzir de forma correta o manejo com o paciente. Tivemos todo suporte que um médico recém formado geralmente não tem", destacou a formanda.

 

A experiência de atuar como residente no Centro de Saúde da Comunidade da 1.206 Sul rendeu ao novo médico de família, Felipe Aguiar, um novo olhar sobre a atuação do médico. "A gente melhora a forma de como tratar o paciente, aprende mais sobre o lado humano da medicina que hoje em dia, não é em todo lugar que temos a oportunidade de aprender. Eu acredito que a medicina de família é o futuro do Brasil e do mundo e me sinto muito feliz em ter essa especialidade no meu currículo e na minha história", conta.

 

O secretário de Saúde de Palmas, Daniel Borini, participou da cerimônia e lembrou da importância da parceria da Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas, com a Universidade Federal do Tocantins, (UFT) e que novos 21 residentes em Medicina da Família e Comunidade começam o curso no dia 01 de março deste ano. "Hoje estamos entregando à sociedade médicos de fato preparados para atuar na estratégia de saúde da família, sabemos que é um desafio muito grande, mas temos a convicção que estamos contribuindo para aperfeiçoar o atendimento no Sistema Único de Saúde".

 

Programa de Residência

 

Esta é a quarta turma de médicos especialistas formados pelo Programa de Residência de Medicina de Família e Comunidade da Fesp. Desde 2014, a Secretaria de Saúde por meio da Fesp já formou, por meio do Programa de Residência Médica, 37 profissionais. Para oferecer a Residência Médica na Capital, a cidade foi selecionada pelo programa federal Pró-Residência (que existe através de parceria entre os Ministérios da Saúde e Educação) e teve que conseguir credenciamento junto à Comissão Nacional de Residência Médica.

 

 



Revisão e postagem: Iara Cruz