FMA alerta sobre riscos que fogo traz para longevidade do córrego Machado

Fundação Municipal de Meio Ambiente

Autor: Juliana Matos | Publicado em 04 de junho de 2019 às 10:46

Atividade de educação ambiental foi realizada em abordagens domiciliares no Jardim Aureny II, bairro da região Sul de Palmas

Queima de lixo ou de vegetação urbana ou rural é crime e deve ser denunciado pelo 190. Quem pratica está prejudicando todo um ciclo de prejuízos, que afeta desde a qualidade do ar, a oferta de alimento e abrigo a animais silvestres e a manutenção de cursos de água.

 

Aproveitando a Semana do Meio Ambiente como ocasião oportuna para tratar do assunto, a Fundação de Meio Ambiente (FMA) realizou na última segunda-feira, 03, abordagens rápidas a casas do Jardim Aureny II para pedir a colaboração da comunidade na prevenção de queimadas.

 

O córrego Machado corta o setor e já sente impacto da urbanização. “Buscamos falar rapidamente com os moradores tentando explicar como pode ser feita a prevenção de queimadas ao redor das margens do córrego, que já tem áreas bem afetadas pela presença humana. Era um córrego de leito profundo e que já perdeu muito volume”, explicou a gerente de Educação Ambiental da FMA, Marineiva Pereira de Souza Silva.

 

A gerente reforça que o lixo doméstico deve ser corretamente acondicionado em sacos plásticos para recolhimento pelo serviço de coleta de lixo urbano. “O fato de as pessoas queimarem lixo pode gerar poluição ambiental que afeta a sua própria casa e de seus vizinhos. Além disso, a queimada pode ganhar proporção muito maior e destruir a mata ciliar que protege as margens do córrego e até sua nascente”, reforçou.

 

Semana de mobilização

Ao longo de toda semana diversas atividades estão sendo promovidas pela FMA e órgãos parceiros para sensibilizar a comunidade urbana e rural dos riscos do fogo, especialmente, no período de estiagem, quando a vegetação seca e o vento facilitam a dispersão dos focos de calor. Nesta quarta-feira, 05, ao longo de todo o dia haverá blitz de orientação em propriedades rurais da Capital e do distrito de Taquaruçu Grande.    




Revisão e postagem: Iara Cruz