Frequentadores do Cras Morada do Sol assistem ao filme ‘Palmas, eu gosto de tu’

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Redação Sedes | Publicado em 08 de maio de 2019 às 18:12

Programação proposta pelo Cras é em comemoração aos 30 anos da Capital

Uma vasta programação está sendo proposta pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Morada do Sol, em comemoração aos 30 anos da Capital. Na manhã desta quarta-feira, 08, os frequentadores dos grupos do Idoso, e adolescentes, público da Praça CEU e alunos da Escola Vale do Sol assistiram ao filme ‘Palmas, Eu Gosto de Tu’, uma produção que fala sobre a capital mais nova do Brasil e uma verdadeira declaração de amor à cidade. O evento contou com a parceria da Fundação Cultural de Palmas (FCP). 

 

Além da exibição do filme, o coordenador do Cras, Deliel Barbosa, levou o produtor do filme André Araújo que, além de contextualizar o filme, falou sobre os desafios da comunicação e dos primeiros momentos da rádio na Capital. Junto com André Araújo, os jornalistas Fernando Ferreira e Cléo Oliveira, companheiros de apresentação do programa Direto ao Ponto, falaram sobre os 30 anos de Palmas.

 

Deliel Barbosa destacou que as equipes do Cras Morada do Sol elaboraram uma semana inteira de eventos alusivos aos 30 anos de Palmas. “Estamos trabalhando ciclos de eventos sobre aniversário de Palmas. Ficamos muito felizes com a presença de quase 100 pessoas, em nosso primeiro dia de ações sobre o aniversário de nossa capital”, comentou.

 

O projeto visa trazer à memória dos antigos moradores que frequentam as atividades do Cras Morada do Sol e o aprendizado para os mais novos de como se deu o início da Capital. As atividades sempre serão intergeracional, com capacidade máxima de 80 pessoas por momento.

 

Programação

 

Dia 15/05:

9 horas: exibição do filme curta-metragem: ‘1989’, contextualização do arquiteto e fundador da capital Walfredo (falando do processo de construção das Avenidas e construção da Capital) e Valquíria Rezende (falando do início da construção da política social na Capital);

 

Dia 16/05:

9 horas: exibição do filme ‘Lembrança do terminal’, que retrata os nordestinos e sua chegada para construção da capital; Contextualização: Valter Nordestino, que vai falar sobre a chegada dos nordestinos que vieram construir a Capital.

 




Revisão e postagem: Iara Cruz