Fundação de Meio Ambiente firma parceria com a Federação Tocantinense de Triathlon

Fundação Municipal de Meio Ambiente

Autor: Georgethe Pinheiro | Publicado em 24 de junho de 2021 às 19:49

Intenção é viabilizar a construção de ciclovias seguras e integradas ao meio ambiente, ligando Palmas ao Distrito Taquaruçu

A Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA) de Palmas e a Federação Tocantinense de Triatlhon (FTTRI) firmaram uma parceria na tarde desta quinta-feira, 24, para incentivar o turismo, a economia e segurança de ciclistas por meio de uma rede estratégica e integrada de comunicação, apoio e vigilância, para resguardar os recursos naturais, especialmente, os corpos hídricos ao longo das rotas de ciclismo, em especial a trilha conhecida como Rota Rivoli, que liga Palmas à região de Taquaruçu.

“Nosso projeto prevê a implantação de placas de identificação da rota e dos recursos naturais, para orientar os atletas, tanto em relação à segurança quanto à preservação ambiental”, explicou o presidente da FMA, Fábio Chaves.

Além das placas, os técnicos da Fundação devem fiscalizar e monitorar as atividades dos esportistas, oferecer palestras educativas e sensibilizar quanto à responsabilidade ambiental.

Por sua vez, a Federação deve atuar como colaboradora das atividades de preservação empreendidas pela FMA na região, colaborando para com a manutenção de corpos hídricos, proteção de fauna e flora, bem como colaboração e limpeza do ambiente das trilhas.

O vice-presidente da Federação de Triathlon Sérgio Henrique explicou que a parceria celebrada com a FMA garante segurança aos ciclistas, fomenta a economia local, com a oferta de serviços de restaurante para os atletas e o apoio ao turismo ambiental. “Agora nesse período de pandemia observamos um crescimento na procura pelo ciclismo, muita gente vai de bike para Taquaruçu e nossa ideia com essa parceria é fortalecer essa atividade em nossa cidade, por meio de vias mais seguras e sinalizadas e ainda colaborar para o desenvolvimento econômico, social e ambiental”, comentou o vice-presidente.

O ciclista Júnior Parriul, da Associação Bike Anjos, explicou que essa parceria atende  principalmente a questão da segurança, que é uma das principais reivindicações dos atletas. “É uma iniciativa muito importante, estamos começando a traçar as principais rotas do ciclismo em Palmas e a sinalização nos proporciona maior segurança, proteção de acidentes, principalmente em relação a veículos. Outra vantagem é de poder localizar atletas que eventualmente se acidentem ou se percam ao longo da trilha”, considerou.

O também atleta Thiago Play, acredita que a iniciativa ajude a levar consciência sobre necessidade da prática segura do esporte em vias públicas. “Nossa intenção é viabilizar a construção de uma ciclovia, integrada a natureza, de baixo custo, bem sinalizada. Muita gente aderiu ao ciclismo nesse último ano e é necessário apoiar esse público”, declarou.