GMP Ambiental flagra extração ilegal de cascalho na TO-010

Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana

Autor: Márcio Greick | Publicado em 25 de outubro de 2021 às 11:10

Extração era realizada no km 08 da TO-010 no sentido Lajeado; local tinha licença para tirar apenas 4.187m³ de cascalho, mas área extraída era muito maior

Por meio de denúncia anônima, a Divisão Ambiental da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) flagrou na tarde da última sexta-feira, 22, extração ilegal de cascalho em fábrica localizada na rodovia TO-010, Km 8, saída para Lajeado. Ao se deslocarem em diligência, os agentes passaram por caminhões-caçamba transportando cascalho e ao chegarem ao local encontraram três veículos utilizados na extração/transporte de cascalho e duas máquinas de extração com seus respectivos operadores e condutores.

Durante a abordagem, os operadores informaram que prestavam serviços para um empresário palmense que compareceu ao local e apresentou a licença para a extração. No entanto, na Polícia Federal o empresário teria apresentado outra licença. De acordo a GMP, o local tinha autorização para extração de apenas 4.187 m³ de cascalho, um total que menos de 350 caminhões-caçamba com volume de 12 m³ cada conseguiria alcançar, no entanto o local da área extraída era muito maior.

Sanções

Os agentes da Guarda Metropolitana de Palmas lavraram dois autos de infração ambiental, um em nome da empresa no valor de R$ 1.929,00 e o outro, em nome do empresário, no valor de R$1.632,00, por extração ilegal de cascalho.

Em seguida, a Guarda Metropolitana Ambiental encaminhou os envolvidos à sede da Polícia Federal, que determinou a prisão em flagrante do empresário, a apreensão das máquinas e caminhões encontrados no local e utilizados para a prática delitiva.