I Semana Lixo Zero promove conscientização sobre o futuro dos resíduos sólidos; programação acontece de 25 a 27 de outubro

Fundação Municipal de Meio Ambiente

Autor: Wédila Jácome | Publicado em 21 de outubro de 2019 às 18:02

Ação acontece em várias cidades do Brasil 


Em Palmas, a programação da I Semana Lixo Zero acontece de 25 a 27 de outubro, organizada pela Sociedade Civil com o apoio da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA). A ação, que acontece em várias cidades do Brasil, tem o objetivo repensar a geração de lixo, repensar o consumo consciente, incentivar o reuso, aumentar a quantidade e a qualidade do material reciclável na cidade e reduzir o gasto municipal com o lixo.


A programação conta com palestras, oficinas e coleta de resíduos sólidos no Setor Taquari, para posterior destinação adequada. O evento é aberto ao público em geral e para a entrada os interessados deverão levar duas embalagens plásticas vazias, especialmente do tipo PEAD (Polietileno de Alta Densidade), código de número 02, utilizado pelos profissionais de reciclagem.


A I Semana Lixo Zero inicia nesta sexta-feira, 25, às 19h, no auditório do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), com palestras. Já no sábado, 26, as palestras e oficinas serão ministradas na Universidade Luterana (Ulbra), das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas, quando serão discutidos temas como empreendedorismo na reciclagem, políticas públicas alinhadas as diretrizes para a gestão ambientalmente responsável dos resíduos, em cumprimento à Lei Federal Nº 12.305/2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos.


No domingo, 27, às 7h, a programação será no Setor Jardim Taquari, quando os participantes participarão de uma coleta de resíduos sólidos e destinação adequada (reciclagem ou lixo comum). Para a engenheira ambiental, Olíria Morgana Meneses, que faz parte da organização do evento, essa é uma oportunidade de reunir num mesmo espaço pessoas que se preocupam nessa área, a fim de avançar em soluções para o uso adequado do lixo, incentivando ciclos naturais e sustentáveis na sociedade.


As inscrições podem ser feitas pelo site.






 

Edição: Lorena Karlla