Idosos atendidos nos Centros de Referência da 407 Norte e Taquaruçu participam de encontro na Praia do Prata

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Redação Sedes | Publicado em 09 de outubro de 2019 às 17:40

O encontro faz parte das comemorações alusivas ao Dia Mundial do Idoso, registrado no último dia 1º. 


Um dia de muita diversão para os idosos que integram o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) dos Centros de Referência de Assistência Social (CRASs) 407 Norte e de Taquarussu, foi o que a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social (Sedes) de Palmas proporcionou nessa terça-feira, 08. O encontro foi realizado na Praia do Prata e faz parte das comemorações alusivas ao Dia Mundial do Idoso, registrado no último dia 1º.

 

A proposta foi promover a socialização dos idosos dos dois equipamentos da Sedes, além de proporcionar alegria, diversão e bem-estar. Para tanto, a secretaria disponibilizou dois ônibus, sendo uma para cada Cras. O evento durou todo o dia e contou com a participação de 56 idosos e algumas famílias atendidas no Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF).

 

Para incrementar ainda mais o passeio, os idosos de Taquaruçu levaram instrumentos musicais e puderam tocar e cantar em conjunto com os idosos da 407 Norte.

 

De acordo com a secretária-executiva, Simone Sandri, que participou do passeio, “a animação dos idosos é contagiante e é exatamente este o objetivo dos CRASs, proporcionar a eles essa alegria e integração”.

 

Simone Sandri disse ainda que os eventos realizados pela Sedes com os idosos estão sempre surpreendendo. “Os coordenadores dos nossos equipamentos não medem esforços para proporcionar aos idosos eventos que promovam a qualidade de vida deles. Eles estão sempre dispostos a comparecer em nossos eventos, esbanjam alegria, são animados e a energia deles nos contagia. A Sedes, por intermédio dos CRASs, está buscando a cada dia, formas de melhorar o serviço prestado a esse público, bem como aos demais usuários dos nossos equipamentos”, pontuou.

 

 

 





Edição e postagem: Lorena Karlla