Indígenas Warao regressam para a Venezuela com apoio da Prefeitura de Palmas

Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social

Autor: Redação Sedes | Publicado em 16 de setembro de 2022 às 03:58

Grupo com 44 indígenas embarcam nesta sexta-feira, sendo que 20 são crianças

Famílias indígenas venezuelanas da etnia Warao (povo da água na língua materna), embarcam nesta sexta-feira, 15, em uma viagem de retorno para a Venezuela, sua pátria mãe, com apoio da Prefeitura de Palmas. O grupo é composto por 44 pessoas, dentre elas 20 crianças, que iniciam essa jornada a partir do embarque às 17 horas no Aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues, localizado na Capital tocantinense.

Toda a logística do retorno deste grupo de Warao, denominada Operação Acolhida - Retorno Seguro, será coordenada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes), por meio da Diretoria de Proteção Social Especial. A gestão municipal tem se empenhado em fazer o acolhimento e atender com qualidade os refugiados e migrantes venezuelanos da etnia Warao, que chegam na Capital desde 2019. Atualmente são 84 indígenas acolhidos em prédios municipais no setor Santo Amaro e no Jardim Santa Bárbara.

“Estamos com duas casas de acolhimento onde ofertamos a eles, além da moradia, alimentos, produtos de limpeza e higiene pessoal, atendimentos de saúde e também educação para as crianças. Agora, esse grupo com 44 pessoas pediu que os levássemos de volta para a Venezuela, pois não se adaptaram aqui, e por isso iniciamos a operação Retorno Seguro”, relata a secretária da Sedes, Simone Sandri.

Na primeira etapa da operação, foi despachada uma tonelada de bagagens, no dia 9 de setembro, em um caminhão cedido pelo governo do Tocantins, por meio da Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), com destino a Pacaraima, em Roraima.

“O segundo passo da viagem é o embarque do grupo, aqui em Palmas, com destino a Manaus (AM), onde farão escala para um voô até Boa Vista (RR); de lá seguem em um ônibus até Pacaraima, fronteira com a Venezuela onde familiares do grupo os aguardam em outro ônibus, que irá finalizar a viagem levando-os para a cidade de Tucupita, no estado de Delta Amacuro”, explicou Simone Sandri.

Além de todo o suporte logístico, a Prefeitura de Palmas fará o acompanhamento do grupo até seu destino, por meio de duas agentes de viagens que estarão com os warao durante todo o percurso.