Jovem busca unidade de saúde relatando cólicas e descobre que estava em trabalho de parto

Secretaria da Saúde

Autor: Juliana Matos | Publicado em 05 de março de 2021 às 14:24

Criança receberá nome do médico que auxiliou no parto natural na USF Bela Vista nesta sexta-feira, 5

Às 9h05 desta sexta-feira, 5, exatamente 30 minutos depois de entrar na Unidade de Saúde da Família (USF) Bela Vista, em Palmas, para pedir atendimento para cólicas menstruais, uma jovem de 24 anos, estava em trabalho de parto e deu à luz a um lindo menino.

A mãe do bebê é Andressa Soares Alves, 24 anos, que informou que estava há três meses sem menstruação e que teve sangramento no dia anterior. Com o relato, a jovem foi recebida pela enfermeira Vânia Mota exatamente às 8h35. "Ela dizia que as dores eram fortes. Notei que ela estava com abdômen baixo e perdendo líquido, a examinei e já consegui ter certeza. Então  informei que ela estava grávida e as dores eram contrações do trabalho de parto. Ela reagiu com surpresa, mas na verdade foi para todo mundo porque o bebê já estava vindo".

Toda a equipe da unidade foi mobilizada em função do atendimento inusitado, já que não é comum realizar partos na rotina da unidade. Enquanto buscavam contato com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a técnica de enfermagem Dayana Guido e os médicos da unidade Nikolas Cézar Isecke e Thais Morais de Oliveira também colaboraram no primeiro atendimento à jovem.  

A equipe conseguiu ouvir os batimentos do bebê e a mãe já estava com 10 centímetros de dilatação e antes mesmo da ambulância chegar, a criança nasceu de parto natural. "Foi muito rápido, o bebê aparentava estar muito saudável, chorou forte assim que nasceu", detalhou a enfermeira. O médico Nikolas explicou que rapidamente o bebê foi levado aos braços da mãe para o contato pele a pele. "É um contato importante nesses primeiros momentos, porque ajuda a fortalecer a imunidade da criança e os laços afetivos com a mãe", explicou o médico.

Homenagem

O episódio emocionou toda a equipe da unidade. Mãe e bebê foram encaminhados, momentos depois, pelo Samu a uma maternidade pública.  Horas depois, a avó da criança Núbia Soares contou que ambos passaram por exames e estavam bem. "Andressa reclamava de dores nas costas porque não sabíamos realmente da gravidez. Ela já é mãe de uma menina de seis anos. Apesar do susto, ganhamos um presente", disse. Sobre o nome da criança, a avó confirmou: "ela escolheu o nome do médico que a ajudou no parto, Nicolas".