Mais de 1.500 inscrições foram homologadas no processo seletivo para prestadores de serviços da Sedes

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Redação Sedes | Publicado em 11 de março de 2019 às 17:29

Os candidatos estão disputando vagas para cargos de nível superior, médio e fundamental incompleto, com salários que variam de R$ 1.329,33 a R$ 4.240,15


Começa nessa segunda-feira, 11, mais uma etapa do Processo Seletivo Simplificado nº 001/2019, destinado à contratação temporária de 34 prestadores de serviços que atuarão na Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social (Sedes). Trata-se da etapa de análise curricular, feita por membros da Comissão do Processo Seletivo Simplificado (PSS-Sedes) e que tem como principal missão analisar toda a documentação dos 1.503 inscritos no certame.

 

Os candidatos estão disputando vagas para cargos de nível superior, médio e fundamental incompleto, com salários que variam de R$ 1.329,33 a R$ 4.240,15, os quais tiveram suas inscrições homologadas na última sexta-feira, 08, conforme publicado no Diário Oficial do Município nº 2.197. Esta segunda fase do processo seletivo segue até o dia 27 deste mês.

 

A presidente da Comissão do Processo Seletivo Simplificado, Simone Sandri, que é secretária-executiva da Sedes, destacou que “todas as inscrições foram homologadas e seguem para a próxima etapa", acrescentando ainda o empenho da equipe da Sedes. "Temos uma equipe comprometida com o processo seletivo e vamos trabalhar para cumprir todo o cronograma do edital”, concluiu.


Os cargos de nível superior são para assistentes sociais, pedagogo e psicólogos. Se inscreveram para concorrer às duas vagas de assistente social, 130 profissionais. O cargo tem carga horária de 30 horas semanais e exigência comprovada de formação em serviço social, com inscrição no conselho da classe. Já para concorrer às seis vagas disponíveis para o cargo de pedagogo, com carga horária 40 horas semanais de atuação obedecendo à legislação e os regulamentos do serviço, 252 candidatos se inscreveram e 58 concorrem à única vaga do cargo de psicólogo, com carga horária de 30 horas semanais. Para todos os cargos de nível superior, o salário é de R$ 4.240,15.


As 20 vagas ofertadas para o cargo de assistente administrativo serão disputadas por 855 candidatos. O cargo exige o ensino médio completo e a carga horária de trabalho é de 40 horas semanais, com salário de R$ 1.329,33.


De acordo com a Comissão do Certame, 213 candidatos estão concorrendo ao cargo de motorista, para o qual a Sedes está ofertando cinco vagas, com carga horária de 40h semanais. É exigido, no mínimo, o ensino fundamental incompleto e carteira nacional de habilitação (CNH) definitiva, tipo B, para esta categoria, o salário é de R$ 1.443,18.

 

Os contratos terão duração de um ano, podendo ser renovados por mais um ano e as funções serão executadas nas áreas de gestão do Cadastro Único e Programa Bolsa Família, além de bloco de Proteção Social Básica, bloco de Proteção Social Especial de Média Complexidade, bloco de Proteção Social Especial de Alta Complexidade, programa Ação Estratégica de Erradicação do Trabalho Infantil (Aepeti) e Acessuas Trabalho.

 




 

Edição e postagem: Lorena Karlla