Mobilização na ETI Daniel Batista promove a troca gratuita de lâmpadas e desconto na tarifa de energia para a população de baixa renda

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Fernanda Mendonça | Publicado em 31 de julho de 2019 às 09:34

Horário de atendimento nesta quarta-feira será das 12 às 17 horas, e das 8 às 17 horas, na quinta e sexta-feira


Que tal adquirir lâmpadas de LED sem nenhum custo, atualizar os dados no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal e de quebra pleitear descontos na conta de energia por meio do programa Tarifa Social? Pois todos esses serviços estarão disponíveis nesta quarta-feira, 31 de julho, até o dia 2 de agosto, para os moradores nas proximidades da Escola de Tempo Integral Daniel Batista, localizada na Arne 64, em Palmas.

 

As ações acontecem na Escola de Tempo Integral e  fazem parte do Projeto Nossa Energia, promovido pela Energisa, com o apoio da Prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e Centro de Referência de Assistência Social (Cras) 407 Norte.  O objetivo é realizar a troca de lâmpadas fluorescentes e incandescentes da população de baixa renda, por novas em LED, que proporcionam mais economia e rendimento. O limite para cada imóvel é de até seis lâmpadas. O horário de atendimento nesta quarta-feira será das 12 às 17 horas, e das 8 às 17 horas na quinta e sexta-feira.

 

Os interessados devem estar munidos de documentos de identificação, sendo: Carteira de Identidade, Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), Título de Eleitor, Carteira de Trabalho, conta de energia atual e Certidão de Nascimento ou Casamento. Para os moradores com menores de idade residindo na casa são exigidas a apresentação da declaração escolar ou creche, Certidão de Nascimento e CPF.

 

Tarifa Social

 

A mobilização da empresa também abre a oportunidade para o cadastro de atualização de dados das pessoas que estão enquadradas na Tarifa Social. O benefício oferece descontos na conta de energia de 10% a 65%. Para ter direito a Tarifa Social é preciso estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal; possuir renda familiar mensal por pessoa menor ou igual a meio salário mínimo; ser indígena ou quilombola.

 

O benefício também é garantido para os inscritos no CadÚnico com renda mensal de até três salários mínimos, que tenham na família pessoa com deficiência ou que esteja em tratamento médico e dependa do uso de aparelhos que demandem energia elétrica; ou que recebam o Benefício de Prestação Continuada (BPC) da Assistência Social.

 

Para a Tarifa Social também é necessário apresentar o Número de Identificação Social (NIS) ou Número do Benefício; RG e CPF.