Moradores da Vila dos Pescadores no Jardim Taquari recebem equipe do Cras

Secretaria do Desenvolvimento Social

Autor: Eliene Campelo | Publicado em 13 de maio de 2020 às 18:25

Busca Ativa foi realizada para levar cestas, máscaras e kit’s natalidade


Uma equipe do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Taquari realizou na manhã desta quarta-feira, 13, uma ‘Busca Ativa’ à famílias em situação de alta vulnerabilidade na comunidade Vila dos Pescadores que fica localizada às margens do Lago de Palmas no Jardim Taquari. No local vivem cerca de 20 famílias e no momento da ação foram encontradas 15 delas.

 

“A Busca Ativa é justamente para levar os serviços aos moradores que não têm condições ou não têm o conhecimento de seus direitos e, por isso, acabam sem acessar os serviços públicos”, explica a coordenadora do Cras Taquari, Marcivânia Silveira.

 

De acordo com a assistente social do Cras Taquari, Zullene Santana Parente, foram entregues 15 cestas básicas, três kits natalidades para gestantes e 40 máscaras para os moradores da Vila. “Encontramos muitos idosos, crianças e três gestantes, todos sem máscaras para usar caso necessitem sair de casa. Também explicamos a eles como está funcionando o Auxílio Emergencial e os demais serviços ofertados no Cras”, disse.

 

Também estava presente nas visitas a psicóloga do Cras Taquari, Ludimila Nolasco da Silva Rocha, que fez uma abordagem junto aos idosos. “Conversei com eles sobre a situação de pandemia, sobre a importância de usar máscaras e de evitar sair de casa. Também falei sobre os números de atendimentos aos idosos disponibilizados pela Prefeitura de Palmas”, ressaltou a servidora.

 

Atendimento em Saúde Mental virtual

 

A Prefeitura de Palmas conta com psicólogos e psiquiatras prontos para prestar atendimentos em Saúde Mental de forma virtual aos moradores da Capital.

A pessoa que estiver precisando de ajuda profissional neste período de pandemia pode acessar o endereço eletrônico para realizar o cadastro de atendimento.

 

Acessando o link o usuário terá acesso a um formulário, que simultaneamente será enviado ao WhatsApp Web de um profissional especializado que dará início ao atendimento via áudio.

 

Duas linhas telefônicas estão disponíveis na sede da Secretaria de Saúde de Palmas (Semus), para que o atendimento também aconteça às pessoas que não têm acesso a internet. Os telefones são: (63) 3218-5459 e 3218-5460.

 

Na modalidade home office, o psicólogo e o psiquiatra irão usar o aplicativo Whatsapp para realizar vídeo chamadas, áudio chamadas ou enviar mensagens escritas conforme a necessidade de cada paciente.

 

 

 

Edição: Lorena Karlla