Mulheres da região sul participam do 'Dia D da Campanha Agosto Lilás' em Palmas

Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social

Autor: Eliene Campelo/ Edição: Lorena Karlla | Publicado em 11 de agosto de 2022 às 06:00

Evento da campanha ‘Se Tem Violência Contra a Mulher, a Gente Mete a Colher’ contou teve participação de atendidas no Cras Karajá I, Karajá II e Xerente

Mulheres da região sul de Palmas participaram do 'Dia D da Campanha Agosto Lilás' realizado pela Prefeitura da Capital com o tema  ‘Se Tem Violência Contra a Mulher, a Gente Mete a Colher’. O evento aconteceu na tarde desta quarta-feira, 10, no cineteatro da Pracinha da Cultura (antiga Estação Cidadania/CEU), e teve apoio do Centro de Referência de Assistência Social, (CRAS) Morada do Sol. A próxima atividade da programação acontece na segunda-feira, 15, às 10h30, com a mobilização no Restaurante Comunitário Tereza Cristina Aires, na região norte da Capital. 

Com participação de mulheres atendidas nos Cras Karajá I (Aureny III), Karajá II (Santa Bárbara) e Xerente (Jardim Taquari) a titular da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) Central, Daise Rodrigues Teixeira, falou sobre o atendimento às mulheres vítimas de violência. “É importante que a mulher procure a Deam, faça o boletim, se preciso solicite a medida protetiva e receba o apoio da Patrulha Maria da Penha. Se houver risco à sua vida ela será encaminhada a Casa Abrigo da Mulher, da Prefeitura”, explicou.

A equipe do Centro de Referência da Mulher Flor de Lis falou sobre os tipos de violência e a rede de apoio que acolhe as mulheres vítimas de violência na Capital. “A mulher precisa saber que ela não está sozinha e que pode sim sair da situação de violência. A sociedade não deve se calar, se omitir, é preciso meter a colher sim e denunciar a violência”, destacou a diretora de Políticas e Proteção Social para Mulheres de Palmas, Cristhiane Costa de Sousa.

A aposentada, Maria Vieira, de 77 anos, veio com do Jardim Santa Bárbara para o ‘Dia D’ e aprovou a iniciativa do 'Agosto Lilás' em Palmas. "A mulher merece respeito, amor. Não merece violência", pontuou, acrescentando que durante sua vida passou por experiências difíceis, mas conseguiu se reerguer e recomeçar. “Foi preciso muita coragem e muito apoio”, lembra.

 

Agosto Lilás

A mobilização do Agosto Lilás é realizada anualmente pela Prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social (Sedes), sob articulação da Superintendência de Políticas e Controle Social. Todas as ações contam com a parceria de órgãos da Rede de Proteção como a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam), a Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) e a Patrulha Maria da Penha da Polícia Militar.

 

Confira a programação para os próximos dias: 

Segunda-feira, 15 - 10h30
Mobilização no Restaurante Comunitário Tereza Cristina Aires na região norte com panfletagem. 

Quinta-feira, 18 - 17h
Mobilização na Feira da Arse 112 (Antiga 1106 Sul) com panfletagem 

Quarta-feira, 23, - 9h
Cras Taquaruçu - Roda de conversa e divulgação da Rede de apoio às mulheres vítimas de violência

Sexta-feira, 25 - Cras 407 Norte - 8h
Roda de conversa e divulgação da Rede de apoio às mulheres vítimas de violência

Quarta-feira, 31 - 18h
Praia da Graciosa - panfletagem com participação de parceiros e da Banda Orquestra Jovem da Guarda Metropolitana de Palmas