Município é representado em evento sobre gestão de resíduos nos estados da Amazônia legal

Fundação Municipal de Meio Ambiente

Autor: Georgethe Pinheiro | Publicado em 26 de setembro de 2019 às 17:58

  Prefeitura de Palmas fez a interlocução para que o evento fosse realizado na Capital


A presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente Meire Carreira representou o município de Palmas, no evento ‘Amazônia Legal Sem Resíduo’, realizado em parceria entre o Fundação Nacional da Saúde/Ministério da Saúde (Funasa/MS) e o Instituo Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), que iniciou na manhã desta quinta-feira, 26, em Palmas e será encerrado na sexta-feira, 27. O encontro acontece no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

 

O encontro é composto de uma série de oficinas e tem o objetivo de incentivar a adoção de medidas que visem reduzir a geração de resíduos sólidos nos municípios que compõem os nove estados da Amazônia Legal fortalecendo a responsabilidade compartilhada dos gestores e da sociedade civil a fim de garantir a saúde pública e a qualidade ambiental.

 

O evento é aberto a comerciantes, gestores municipais, Câmaras de Vereadores, associação de catadores, associação de moradores, Ministério Público Estadual, Superintendência da Funasa, Conselhos de saúde e educação e professores de todos os níveis escolares.

 

O programa, que é composto por oficinas sobre o tema, está percorrendo os nove estados da Amazônia Legal e tem três eixos: ‘Diagnóstico da situação atual da gestão dos resíduos sólidos na Amazônia Legal’; ‘Identificação de métodos e procedimentos para minimização da geração de resíduos sólidos’ e ‘Levantamento de tecnologias de destinação dos resíduos sólidos ambientalmente adequadas’.

 

Além da presidente Meire Carreira, o diretor de Gestão Ambiental da FMA, Marcelo Grison, apresentou um painel nas atividades da manhã sobre a experiência de Palmas na gestão de resíduos sólidos, destacando os projetos Coleta Palmas, com ênfase à coleta seletiva e o projeto de compostagem que se encontra em fase de viabilização, além do Programa Renova Palmas.

 

Vale destacar que além da participação da Fundação de Meio Ambiente (FMA), a Prefeitura de Palmas ainda ajudou na interlocução para que o evento fosse realizado na Capital, além de contribuir com a divulgação em todo o Estado.

 




 

Edição e postagem: Lorena Karlla