Nesta sexta, 02, umidade do ar pode chegar a 20%, Semus reforça recomendações para evitar doenças respiratórias

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 02 de agosto de 2019 às 14:59

Médica dá orientações 

Com as altas temperaturas e a baixa umidade do ar algumas medidas preventivas podem ser a garantia de se manter afastado de doenças relacionadas ao clima seco. Nesta sexta-feira, 02, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) a previsão é que em Palmas a umidade relativa do ar chegue a casa dos 20%. Por isso, a Secretaria de Saúde Palmas (Semus) recomenda que a população tome alguns cuidados para evitar doenças, principalmente as respiratórias.

 

 

Alguns sintomas comuns são um alerta para mudança de hábitos. A sensação de ardência na garganta, dificuldades para engolir, falta de ar e tosse são alguns dos desconfortos provocados pelo clima seco, que também deixa as pessoas mais propensas às infecções, como asma, sinusite e rinite.

 

 

A médica de saúde da família e comunidade Wilses Tapajós, explica que a baixa umidade também pode ressecar as mucosas e deixar o corpo mais vulnerável a problemas alérgicos, como irritações nos olhos, nariz e garganta. Algumas doenças de pele também podem surgir ou se agravar com a baixa umidade, como a dermatite atópica, uma alergia crônica que pode formar crostas e soltar secreções, e a psoríase, doença inflamatória que geralmente forma lesões nos joelhos, cotovelos e no couro cabeludo.

 

 

Ela conta ainda que nesta fase os mais afetados são crianças e idosos, mas ressalta que todos sofrem com as baixas umidades. “A orientação é que se evite a prática de atividades físicas ao ar livre, entre às 10 e 16 horas, e aumente o consumo diário de água, pelo menos dois litros. É importante o uso de protetor solar e hidratante durante a exposição ao sol, e ainda a umidificação de ambientes fechados com vaporizador, recipiente com água ou uma toalha molhada. Esses cuidados simples que podem ser acrescentados a rotina diária, podem evitar as doenças respiratórias”, explicou.

 

 

Dicas importantes

 

 

Lavar o nariz com soro fisiológico algumas vezes ao dia, deixar a casa sempre limpa e arejada, uma vez que, o acúmulo de poeira aumenta problemas alérgicos e respiratórios. E se possível evite aglomerações, locais fechados e com grande concentração de pessoas, como shoppings e supermercados, podem acentuar as dificuldades respiratórias.