No Dia do Ciclista, conheça os benefícios do esporte que mais cresce entre os palmenses

Fundação Municipal de Meio Ambiente

Autor: Deni Rocha | Publicado em 19 de agosto de 2019 às 15:03

APPC funciona todas às terças e quintas-feiras, das 5h às 8h


Dia 19 de agosto é celebrado o Dia Nacional do Ciclista desde 2018, data em que foi sancionada a Lei que homenageia o biólogo Pedro Davison, que morreu atropelado em 2006, em Brasília, aos 25 anos de idade. A data foi instituída também como forma de promover a educação e paz no trânsito, e incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte por todo o País.

 


O esporte lembrado nesta segunda, 19, é destacado pelos especialistas por oferecer, dentre os principais benefícios, para o corpo e para a mente por fortalecer a musculatura, auxiliar na saúde do coração, reduzir o estresse, melhorar a respiração e ajudar no equilíbrio.

 


Segundo dados da Fundação Municipal do Esporte e Lazer (Fundesportes), atualmente o ciclismo é um dos esportes que mais cresce no Brasil e em Palmas, atraindo ciclistas em diversas modalidades e estilos, incluindo atletas profissionais e amadores. As modalidades mais conhecidas são Ciclismo de Estrada, Mountain Bike que se divide em 4 estilos, e Bicicross divididos nos estilos corridas e manobras.



Mesmo sendo um esporte de alta performance, o ciclismo cresce mundialmente devido sua versatilidade, já que essa atividade é indicada para todo tipo de pessoa que tenha condições físicas e motoras para pedalar.



O presidente interino da Fundesportes, Marcelo Walace, ressalta que deixar o sedentarismo de lado pode ser um desafio para quem não está acostumado a se exercitar, no entanto, a partir do momento em que o corpo se acostuma com a atividade física, ela se torna um prazer e uma necessidade. 



“Com o ciclismo não é diferente e os benefícios desse esporte vão muito além da perda de peso e do ganho de condicionamento físico, já que o exercício também auxilia em diversos fatores que mantém o corpo saudável, como por exemplo, redução dos índices de colesterol, melhora da respiração e da saúde do coração, entre outros”, disse, concluindo que o ciclista deve estar paramentado, ou seja, com capacete, sapatilha, protetor de joelho e cotovelo, roupas apropriadas e luzes de segurança, além de obedecer às regras.

 


APCC

 


Em Palmas, recentemente a Prefeitura Municipal entregou aos atletas a Área de Proteção ao Ciclismo de Competição Pedro Caldas (APCC), e é direcionada para os praticantes de treinamentos de alto rendimento, e tem cerca de 1.400m. A área fica nas imediações da  Avenida LO-03, no sentido Leste/Oeste, e a Avenida NS-O3, Sentido Norte/Sul. 


 

O local funciona todas as terças e quintas-feiras, das 5h às 8h, atendendo a uma reivindicação antiga das federações de ciclismo que pediam um local de treinamento para alto rendimento. Segundo a Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana,  Palmas conta  com 46,16 km do sistema cicloviário e existem ainda aproximadamente cerca de 31,24 km em execução. 



Dia do Ciclista

Segundo o Portal do Senado Federal, a data entrou no calendário oficial do país em 2018 e sua aprovação teve por objetivo estimular o uso da bicicleta, a cidadania e a mobilidade sustentável e plural, além de criar novas oportunidades para promover a educação para a paz no trânsito.

 

 

Edição e postagem: Lorena Karlla