No Dia Mundial do Câncer, Semus reforça importância da prevenção e diagnóstico precoce da doença

Secretaria da Saúde

Autor: Redação Semus | Publicado em 01 de fevereiro de 2019 às 09:59

Palestra será ministrada na sede do Resolve Palmas nesta segunda, 04, a partir das 8 horas

Dentre as doenças crônicas não transmissíveis, o câncer é a segunda causa de morte no Brasil e no mundo, só não é maior que as mortes por doenças cardiovasculares. A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta a ocorrência de cerca de 600 mil casos novos de câncer no Brasil nos últimos anos. Os fatores de risco para o surgimento de tumores diagnosticados por especialistas são o sedentarismo, má alimentação, o uso do cigarro e poluição.

 

Para alertar a população e também lembrar o Dia Mundial do Câncer, definido para 04 de fevereiro, a coordenadora do Grupo Condutor de Oncologia da Secretaria da Saúde de Palmas, Nadja Oliveira, fará uma palestra nesta segunda-feira, 04, às 8 horas, na sede do Resolve Palmas, situado na Avenida JK. O objetivo será reforçar para as pessoas que estiverem no órgão a  importância de adoção de hábitos saudáveis e do diagnóstico precoce no controle da doença.

 

“Em virtude desse perfil epidemiológico que a gente tem e da mudança demográfica no País de que as pessoas estão envelhecendo mais, se tem uma sobrevida maior e alguns tipos de câncer são mais prevalentes em pessoas com mais de 60 anos, é fundamental informar a população sobre a necessidade de prevenir ainda jovem sobre os fatores de riscos que estão associados ao agravo que podem levar ao aumento da incidência da doença”, ressalta a coordenadora Nadja Oliveira.

 

De acordo com o Grupo Condutor, ao avaliar uma série histórica de 13 anos (2000 a 2013), sobre os principais tipos de câncer diagnosticados em Palmas, observa-se que no sexo feminino, as neoplasias do câncer de pele são mais incidentes, seguido do câncer de mama. Em terceiro lugar aparece o câncer de colo do útero, seguido do câncer de cólon e do carcinoma in situ do colo do útero (cérvix). Na população masculina, o câncer de próstata aparece em primeiro, seguido das neoplasias malignas da pele. Em terceiro lugar aparece o câncer de estômago lado a lado com o câncer de brônquios e pulmão.





Revisão e postagem: Iara Cruz